Funcionários do STJ gritam “mito” na saída de Bolsonaro

A saída do presidente eleito, Jair Bolsonaro, do almoço com o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio Noronha, nesta quarta-feira (7/11), teve ares de campanha. Mais de 100 funcionários do órgão se despediram de Bolsonaro aos gritos de “mito”, apelido usado por seus apoiadores. Foi um dos poucos momentos em que […]

atualizado 07/11/2018 16:07

A saída do presidente eleito, Jair Bolsonaro, do almoço com o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio Noronha, nesta quarta-feira (7/11), teve ares de campanha. Mais de 100 funcionários do órgão se despediram de Bolsonaro aos gritos de “mito”, apelido usado por seus apoiadores. Foi um dos poucos momentos em que Bolsonaro esteve mais próximo dos eleitores, já que sua visita a Brasília é cercada de forte esquema de segurança.

Desde o início da manhã, servidores, funcionários terceirizados e estagiários do órgão se aglomeravam na expectativa da chegada da equipe do futuro presidente. Ao subir para o gabinete de Noronha, Bolsonaro recebeu aplausos contidos de um servidor do tribunal. Os demais funcionários estavam com as mãos ocupadas com celulares. O futuro presidente tirou fotos com todos que pediam.

Michael Pedro

 

 

Últimas notícias