Carla Zambelli: “Ir contra a Previdência é ir contra o Brasil”

Deputada do PSL afirma que as articulações de grupos que pretendem atrasar a tramitação do texto na Câmara atentam contra o país

atualizado 12/04/2019 13:17

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) mostrou contrariedade com a movimentação de alguns grupos que pretendem atrasar a tramitação da reforma da Previdência. Recentemente, parlamentares de partidos do centrão, insatisfeitos com a articulação política do governo, ameaçaram colocar outras matérias em pauta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) antes de avançar a reforma.

“Qualquer tipo de movimentação para barrar a Previdência é contra o Brasil, não contra o [presidente] Jair Bolsonaro”, disse.

Mais dedicada à aprovação do pacote anticrime, enviado pelo ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), ela disse que a discussão sobre o tema tem fluido bem.

“A esquerda está preocupada com o nível de encarceramento e o custo que isso pode gerar. O que ponderamos é que esse pacote vai prender não o ladrão de galinha, que rouba na feira. Mas aqueles de organizações criminosas. Foca no tráfico, lavagem e crime organizado”, concluiu.

Últimas notícias