Vídeo: Fraga diz que Bolsonaro não dará reajuste diferenciado à PCDF

Segundo ex-deputado, "quem vota no presidente é a PMDF e o Corpo de Bombeiros" e que decisão do aumento salarial será do titular do Planalto

atualizado 02/04/2022 15:19

Reprodução

O ex-deputado federal Alberto Fraga (PL) afirmou, neste sábado (2/4), que o presidente Jair Bolsonaro (PL) não deve encaminhar a medida provisória que reajusta a remuneração da Polícia Civil (PCDF) da forma como foi proposta pelo Governo do Distrito Federal (GDF).

A declaração do coronel da reserva da Polícia Militar (PMDF) ocorreu por meio de um vídeo disparado em redes sociais. Segundo ele, houve diferença nos benefícios concedidos às forças de segurança do DF.

“Policiais e bombeiros militares: hoje é sábado e acabei de conversar com o presidente Bolsonaro. Externei a minha preocupação com relação a esse reajuste diferenciado para a Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Ele me garantiu que a medida provisória quem faz é ele e que não vai encaminhar nenhum aumento de forma diferenciada”, iniciou.

“Disse a ele que quem vota em Bolsonaro são os policiais, bombeiros militares. E é isso que nós estamos acreditando. Que o Bolsonaro não vai decepcionar a nós. Por isso, o resto é conversa. Vamos aguardar a medida provisória para que a gente possa finalmente ter uma decisão”, disse.

Veja o vídeo:

Mais lidas
Últimas notícias