Após apoio a Lula, perfil de Anitta recebe denúncias fakes no Twitter

De acordo com relatos, uso mal-intencionado da ferramenta ocorre desde março deste ano, quando os primeiros registros foram percebidos

atualizado 11/07/2022 20:04

Lula e Anitta Instagram/Reprodução

O perfil de Anitta passou a ser denunciado, nesta segunda-feira (11/7), após a cantora declarar voto no ex-presidente e pré-candidato na disputa eleitoral deste ano Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Usuários do Twitter relatam ter recebido notificações sobre publicações da artista, sem que tenham recorrido à ferramenta de controle do conteúdo na rede social.

“Anitta, estão usando as contas dos outros pra denunciar os seus tweets NESSE MOMENTO! Essa notificação acabou de chegar na minha conta, não fiz essa denúncia, minha conta está sendo usada DESDE MARÇO por BOLSONARISTAS pra derrubar conteúdo da oposição”, alertou Ady Ferrer, jornalista.

“O Twitter sabe disso desde março e nos informou que nada pode fazer. Tem gente tomando gancho POR NADA, simplesmente por denúncias massivas utilizando as contas dos outros”.

Anitta declara apoio a Lula e pede renovação para 2026

O problema é recorrente e envolve, quase sempre, conteúdos de publicações com temática contrária aos apoiadores do atual presidente Jair Bolsonaro (PL).

Além da publicação de Anitta, tuítes recentes sobre o assassinato do guarda municipal Marcelo Arruda, apoiador do Partido dos Trabalhadores (PT), por um policial penal bolsonarista também foram alvos de denúncias fakes.

“As arrobas progressistas estão sofrendo ataques no Twitter através de denúncias falsas. Eles usam a @ de alguém progressista pra denunciar outra @ progressista. Eleitores do PT e jornalistas são os principais alvos”, alertou.

“Ao mesmo tempo que usam a minha conta pra denunciar outros @s da oposição, essas @s também são usadas pra denunciar a minha conta… é um ciclo. E é super silencioso, porque nem sempre o Twitter te manda um e-mail com a resposta das denúncias ou te envia notificação de recebimento de denúncia”, reforçou Ady ao Metrópoles.

Reportagem

Em 28 de março, a página Núcleo – um dos veículos escolhidos para o Programa Acelerando a Transformação Digital – Educação Midiática e Combate à Desinformação – publicou uma reportagem para denunciar o problema na plataforma.

Em nota, o Twitter explicou que tem acompanhado os relatos de pessoas que receberam notificações, mensagens ou e-mails com respostas a denúncias que não foram feitas por elas.

“Terceiros podem fazer denúncias em nome de outros. Isso existe para permitir a denúncia de Tweets ou contas quando as pessoas afetadas estão impossibilitadas por algum motivo – seja por estarem sem acesso à sua conta ou por não se sentirem confortáveis em denunciar, por exemplo”, explicou.

Ferramenta

Segundo a plataforma, contas ou Tweets não sofrem qualquer tipo de ação – como suspensão ou remoção – apenas por terem sido denunciados.

“Também não importa o número de denúncias ou quem as fez. Só tomamos medidas quando constatamos, após análise interna, que de fato houve violação às nossas regras”.

O Twitter também diz lamentar o uso equivocado da ferramenta. “Lamentamos o uso mal intencionado que tem sido feito dessa ferramenta que permite denúncias por terceiros, recurso que existe para possibilitar um trabalho colaborativo, junto com a nossa comunidade, para ajudar a preservar a segurança das pessoas no Twitter”, finalizou.

 

 

Mais lidas
Últimas notícias