Venda de foie gras é proibida em Nova York

A medida foi considerada um avanço dentre os movimentos pela causa animal, mas um prejuízo para os fornecedores

atualizado 04/11/2019 13:39

Reprodução/RobbReport

Iguaria francesa das mais refinadas, o foie gras é um patê feito de fígado de ganso ou pato. Entretanto, Nova York, uma das cidades campeãs no consumo do patê, aprovou na última quarta-feira (30/09/2019) uma lei que proíbe a venda do produto a partir de 2022.

De acordo com o jornal The New York Times, cerca de mil restaurantes na metrópole norte-americana consomem a iguaria. Entretanto, de acordo com a nova lei, os comerciantes que tentarem desobedecer a decisão serão multados em 2 mil dólares.

O que motivou a proibição da produção do foie gras foi o processo conhecido como gavagem, onde as aves são alimentados à força com um tubo na garganta com uma mistura à base de milho por 20 dias. O objetivo do método é aumentar o fígado do animal em até 10 vezes seu tamanho normal.

De acordo com os ativistas dos direitos dos animais, o procedimento pode deixar a ave com dificuldade de andar e respirar. A medida foi considerada um avanço nos movimentos pela causa animal. Além disso, o estado da Califórnia já havia proibido o consumo de foie gras em janeiro deste ano.

Impacto

O The New York Times declarou que a proibição da venda e consumo da iguaria causará um grande impacto aos produtores. Segundo o jornal, as fazendas produtoras criam cerca de 350 mil aves para a produção do patê, empregando mais de 400 pessoas e faturando US $ 15 milhões por ano.

Outros países, como Índia, Israel Argentina e Grã-Bretanha também já proibiram a venda ou produção de foie gras.

Mais lidas
Últimas notícias