*

Pudim é sempre uma boa ideia. Companheiro inseparável das festas de família, dos domingos e dos almoços sem pressa, o doce é um comfort food que vale ser valorizado. Conhecida no mundo todo, a sobremesa tem diversos sabores. Ela pode ser feita com leite condensado, baunilha, doce de leite, chocolate ou até em versões salgadas.

Fato é que um bom pudim não pode ser dispensado. Selecionamos cinco locais em Brasília para comer o doce de sabor irresistível:

Tem Pudim
O pudim de Rejane Borba conquistou Brasília há três anos. A porção individual sai a R$ 11; no pote, o doce custa R$ 16. O grande, com 10 fatias, R$ 65. São vários sabores: tradicional, fava de baunilha, doce de leite, chocolate e pistache.

Encomendas pelo telefone (61) 98300-9995. Entregas apenas para pedidos em Águas Claras

 

Restaurante Diamantina – Kubitschek Plaza Hotel
No hotel, o pudim de tamanho convencional (serve 10 pessoas) pode ser encomendado. Sai por R$ 60. Disponível também no restaurante Diamantina todos os dias. Para não-hóspedes, é necessário ligar e reservar mesa. Há só um sabor, o tradicional.

Todos os dias, das 12h às 15h e das 19h à 0h. Encomendas e reservas pelo telefone (61) 3329-3333

Cristiano Mariz/Divulgação

 

Quitutices
Inaiá Sant’Ana prova aos alérgicos que pudim gostoso não precisa ter lactose. Sua sobremesa é preparada com leite de castanha de caju, leite de coco, ovos e açúcar demerara. É leve e saborosa. A fatia, quando disponível para pronta entrega na loja, sai a R$ 7. O doce inteiro, por encomenda, custa a partir de R$ 35.

CLS 216, Bloco A, Loja 12, (61) 3543-5057. Terça à sexta, das 10h às 19h. E sábado, das 9h30 às 18h

Raimundo Sampaio/Divulgação

Ouriço
O restaurante é especializado em frutos do mar. Ainda em processo de soft opening, mas já vem conquistando corações com o Pudim da Bisa. A casa conta com ambiente intimista, poucas mesas e cozinha aberta – é possível acompanhar o preparo dos pratos.

SHIS QI 21, Bloco D, Loja 44, Lago Sul, (61) 99558-0179. Terça a sábado, das 19h às 23h30; sextas e sábados, das 12h às 15h

Se Essa Rua Fosse Minha
Dona Sara, matriarca dos administradores do foodtruck Se Essa Rua Fosse Minha, faz um famoso pudim. A delícia é individual, custa R$ 6, e vem no sabor doce de leite, que pode ser polvilhado com canela ou crocante de açúcar. O dono da receita original, cedida à família, é o chef Guido Migliorino, da pousada Xuê (AL). É durinho, sem bolinhas e com calda mais escura.

Agenda do truck atualizada diariamente pela página do Facebook.

Morvan Rodrigues/Divulgação

 

Vila Cinco
O pudim da casa é bem denso, envolto em castanhas. A massa simples ganha toque especial com a calda e as oleaginosas. O doce é em tamanho individual, saindo a R$ 10 na unidade do Brasília Shopping e a R$ 15, no Aeroporto.

Aeroporto de Brasília, 2º pavimento; 3364-9233. Todos os dias, das 8h às 2h. Brasília Shopping, SCN Quadra 5, Bloco A, área externa; 3047-8680. Todos os dias, das 11h à 1h