Mauricio Souza pede desculpas, mas reforça argumento de “perseguição”

Jogador foi afastado do Minas Tênis Clube devido a posts considerados homofóbicos e transfóbicos em suas redes sociais

atualizado 27/10/2021 16:16

Maurício SouzaAlexandre Loureiro/Getty Images

Após ter sido afastado do Minas Tênis Clube por um post considerado homofóbico em suas redes sociais, Mauricio Souza fez um novo vídeo, ensaiando um pedido de desculpas sobre o caso.

“Hoje estou pedindo desculpas por minha opinião ter ofendido alguém! Ter opinião e defender o que se acredita não é ser homofóbico nem preconceituoso! Desculpa mais uma vez”, escreveu o atleta em vídeo postado em seu Instagram. Confira abaixo, na íntegra:

Mauricio começa pedindo desculpas a todos que se sentiram ofendidos e por defender aquilo que ele acredita. “Joguei com vários homossexuais e nunca desrespeitei. Sempre fiz amizade. Não só homossexuais, como lésbicas e toda pessoa com gênero diferente”, continuou o atleta.

“Fico triste com tudo o que tá acontece, porque infelizmente a gente não pode dar mais opinião. Colocar os valores acima de tudo, os valores de família, do que a gente acredita, mas os valores de vocês a gente tem que respeitar a qualquer custo, senão a gente é taxado como homofóbico ou preconceituosos. Eu não concordo com isso”, disse.

“Eu to passando por dificuldade no time, talvez eu venha a sair do time por conta de uma opinião. A vontade de vocês foi essa, e está sendo acatada. Se eu sair do time, pode ter certeza que eu vou arrumar outro time para jogar. Não porque eu sou bonitinho, porque eu sou grande. Eu jogo porque eu sou competente. Assim como os homossexuais jogam porque são competente, não porque são homossexuais”.

“Eu não sei o que eu fiz, se foi algum crime. Se fosse crime, eu já tava preso. A polícia já tinha vindo aqui em casa me prender”, disse Mauricio, antes de agradecer o apoio que tem recebido em sua “luta”.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias