metropoles.com

Douglas Souza sobre caso Maurício: “Homofobia é crime, não é opinião”

O ponteiro, que é homossexual, agradeceu à empresa por cobrar uma atitude do Minas Tênis Clube, time do seu colega de Seleção

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução/Instagram
Douglas Souza
1 de 1 Douglas Souza - Foto: Reprodução/Instagram

Douglas Souza, jogador da Seleção Brasileira de vôlei, se manifestou no Instagram após a Fiat se posicionar sobre o caso de homofobia envolvendo outro jogador de vôlei, Maurício Souza.

O ponteiro, que é homossexual, agradeceu à empresa por cobrar uma atitude do Minas Tênis Clube, time do seu colega de Seleção. “Por mais marcas, mais empresas desse jeito”, ressaltou Douglas.

“Quero só deixar o meu muito obrigado à Fiat, não só por ter se posicionado, mas por querer uma atitude (do Minas), isso é muito importante pra gente. Por mais marcas, mais empresas desse jeito, porque não dá para, em pleno 2021, as pessoas acharem que liberdade de expressão é ser homofóbico. Muito obrigado mais uma vez.

“A gente espera, sim, atitudes e estamos aqui no aguardo. Homofobia é crime, não é opinião”, concluiu o atleta.

Mais tarde, após a cobrança do patrocinador, o clube decidiu afastar Maurício pela atitude, mas esta resolução ainda não é definitiva. Ao mesmo tempo que há uma cobrança por parte dos torcedores e patrocinadores, o restante dos atletas defendem Maurício e não querem ele fora do time.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comEsportes

Você quer ficar por dentro das notícias de esportes e receber notificações em tempo real?