Serena Williams estreia com vitória em Wimbledon; Sharapova abandona

Sete vezes campeã, Serena conseguiu vitória fácil contra a italiana Giulia Gatto-Monticone

Getty ImagesGetty Images

atualizado 02/07/2019 19:26

Sete vezes campeã do torneio de simples feminino de Wimbledon, Serena Williams estreou nesta edição do tradicional Grand Slam inglês com uma vitória fácil sobre a italiana Giulia Gatto-Monticone, derrotada por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/5, nesta terça-feira (02/07/2019), em Londres.

Décima primeira cabeça de chave da competição, a tenista norte-americana foi superada pela alemã Angelique Kerber na decisão do ano passado na capital inglesa, onde ergueu a taça em 2002, 2003, 2009, 2010, 2012, 2015 e 2016.

E com o triunfo desta terça, a ex-número 1 do mundo e atual 10ª colocada do ranking da WTA avançou para enfrentar na segunda rodada de Wimbledon a eslovena Kaja Juvan, que em outro duelo do dia eliminou a checa Kristyna Pliskova com parciais de 6/4, 2/6 e 6/4.

Outra ex-líder do ranking que estreou nesta terça-feira em Wimbledon foi a russa Maria Sharapova. Campeã do Grand Slam em 2004 e hoje na condição de 80ª jogadora do mundo, ela acabou sendo eliminada pela francesa Pauline Parmentier após desistir do terceiro set, por motivo de lesão, quando perdia o terceiro set por 5/0. Antes disso, Sharapova ganhou a primeira parcial por 6/4 e perdeu a segunda por 7/6, com 7/4 no tie-break.

A russa de 32 anos, que recentemente ficou suspensa por um longo período ao se envolver em um polêmico caso de doping, voltou a jogar no mês passado após se recuperar de uma lesão no ombro direito. Desta vez, porém, ela reclamou de dores no seu braço para desistir do confronto diante de Parmentier.

Já a holandesa Kiki Bertens confirmou com tranquilidade a sua condição de quarta cabeça de chave em Wimbledon ao estrear com vitória sobre a luxemburguesa Mandy Minella por 6/3 e 6/2. A sua próxima adversária será a norte-americana Taylor Townsend, que nesta terça passou pela australiana Arina Rodionova por 6/2 e 6/3.

Bicampeã em Wimbledon, com os títulos obtidos em 2011 e 2014, a checa Petra Kvitova também justificou o status de sexta cabeça de chave na estreia ao bater a tunisiana Ons Jabeur por 6/4 e 6/2. A sua rival na segunda rodada será a francesa Kristina Mladenovic, que abriu campanha superando a russa Vitalia Diatchenko por 2 a 1, com 7/5, 6/7 (4/7) e 6/2.

Masculino
A parte final da programação do dia da chave masculina de Wimbledon também contou com o norte-americano John Isner, o italiano Fabio Fognini e o croata Marin Cilic confirmando favoritismo como cabeças de chave na estreia.

O tenista dos EUA, nono pré-classificado, superou o norueguês Casper Ruud por 6/3, 6/4 e 7/6 (11/9). Fognini, 12º na lista de favoritos, precisou jogar cinco sets para eliminar o norte-americano Frances Tiafoe com 5/7, 6/4, 6/3, 4/6 e 6/4. Já Cilic, o 13º cabeça, despachou o francês Adrian Mannarino por 7/6 (8/6), 7/6 (7/4) e 6/3.

O francês Lucas Pouille e o sérvio Laslo Djere também avançaram na condição de pré-classificados em suas estreias no fim da agenda desta terça. Entre eles, Pouille foi o responsável pela eliminação do ex-top 10 e seu compatriota Richard Gasquet, batido por 6/3, 4/6, 7/6 (11/9) e 6/1, e é o mais provável rival do suíço Roger Federer, segundo cabeça de chave, em um confronto válido pela terceira rodada.