Qual será o próximo time de Messi? Saiba mais sobre as opções do argentino

Aos 33 anos, diversos gigantes do futebol europeu estão interessados no camisa 10

atualizado 26/08/2020 8:01

Arte/Metrópoles

O fax enviado por Messi ao Barcelona, informando ao clube que não deseja mais continuar na Espanha, caiu como uma bomba no mercado do futebol. Logo, surgiram diversas especulações sobre qual seria o destino do craque argentino.

Desde que a tumultuada temporada do Barcelona terminou e começaram a surgir boatos sobre a saída de Messi do clube catalão, alguns gigantes do futebol europeu apareceram como interessados para contar com os serviços do camisa 10. A negociação, no entanto, não seria simples.

Portanto, imaginando que os interessados consigam renegociar a multa rescisória de 700 milhões de euros exigidas pelo Barcelona para liberar o argentino, e o jogador consiga uma prorrogação da Fifa para acionar uma cláusula que permita a ele rescindir o contrato unilateralmente, o Metrópoles analisou as chances de os principais interessados, de acordo com especulações da imprensa europeia, levarem Messi, e como ele pode ajudar essas equipes.

Confira:

Juventus

Nove vezes campeões consecutivos da Itália, a Juventus há anos monta um time para ganhar a Champions League. E há anos falha na missão. Juntar Cristiano Ronaldo e Messi para realizar esse objetivo em comum seria uma das grandes histórias do futebol.

Para realizar o sonho, no entanto, a Velha Senhora precisaria se livrar de alguns medalhões do elenco e de seus altos salários. Higuaín e o brasileiro Douglas Costa estariam na lista.

0
Manchester City

Outro time que vem se preparando e sonhando para vencer a Champions League, mas que tem falhado na missão. O dinheiro do Catar pode fazer a diferença na hora de contratar Messi, além da presença de Pep Guardiola, com quem o argentino venceu duas Ligas dos Campeões em um dos times mais dominantes da história do futebol. Além do técnico, o elenco conta com Sérgio Agüero, seu amigo, companheiro de seleção Argentina e de quem Messi é padrinho do filho.

PSG

Assim como o City, o PSG também conta com uma carteira recheada de dinheiro do Catar. E se a equipe azul de Manchester tem Guardiola, o time de Paris também tem uma reunião em potencial como trunfo para convencer Messi.

Neymar e o argentino não escondem a admiração mútua e têm interesse a voltar a jogar juntos após o entrosamento dos anos de Barcelona, que resultou em muitos gols e em uma Champions League. Além disso, a presença de Mbappé garantiria um dos ataques mais poderosos do mundo.

Após um vice europeu, Messi pode ser a peça restante para elevar o PSG, que além do ataque, conta com um meio e uma defesa recheada de boas peças, ao posto de campeão da Liga dos Campeões.

Inter de Milão

A equipe nerazzurra pintou como uma das primeiras interessadas em tirar Messi do Barcelona. Os boatos se intensificaram quando surgiram notícias de que a família do argentino havia comprado um imóvel próximo à sede da Inter de Milão.

Troncetti Provera, CEO da Pirelli, patrocinadora do time, já afirmou que contribuiria com parte do valor para ajudar a Inter a contratar Messi. Nas últimas duas temporadas, a equipe de Milão de fato vem abrindo a carteira para voltar a fazer frente à Juventus na Itália e ser competitiva na Europa.

Com Lukaku, Eriksen e Lautaro, Messi pode ser a peça final para fazer a Inter de Milão brigar por títulos novamente.

Manchester United

Desde a saída de Alex Ferguson, o Manchester United perdeu o ar de bicho papão, parando de brigar por títulos e investindo em contratações que não deram o retorno esperado. Aos poucos, no entanto, o time foi investindo em pratas da casa, encontrou um técnico que conhece o clube e vem se arrumando dentro de campo.

Um dos poucos clubes capazes de pagar o valor e salários que serão exigidos por Messi, os Red Devils, no entanto, provavelmente precisarão abrir a carteira para construir uma equipe mais experiente ao redor do argentino, do português Bruno Fernandes, do francês Paul Pogba e do britânico Marcus Rashford e poder sonhar com a Champions League.

Barcelona

Caso Messi não acredite que nenhum outro projeto esportivo lhe dará chances claras de vencer sua quarta Champions League, o argentino sempre terá portas abertas no clube no qual chegou ainda na pré-adolescência.

Porém, a falta de fé de Messi em outros projetos será maior que a sua descrença na diretoria culé? O camisa 10 acreditará que a renovação planejada com De Jong, Ter Stegen e Ansu Fati dará frutos rápidos? Essas serão as questões que passarão pela cabeça do craque nas próximas semanas/meses.

Vídeos
Últimas notícias