VAR atua, Bruno Henrique brilha e Flamengo bate o Vasco no Mané

Mais de 65 mil torcedores assistiram à goleada por 4 x 1 do Flamengo, no novo recorde de público do Brasileirão 2019

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 18/08/2019 11:29

Na partida que estabeleceu o novo recorde de público do Brasileirão 2019, o Flamengo contou com atuação estelar do elenco para bater o Vasco por 4 x 1 neste sábado (17/08/2019), no Mané Garrincha, e se manter vivo na briga pelo título da competição.

Ao todo, 65.418 torcedores pagaram ingresso para assistir ao triunfo Rubro-Negro em Brasília. O Distrito Federal, por meio de uma decisão da Secretaria de Esporte e Lazer, abriu mão de R$ 607.825 a que tinha direito pela partida, que teve receita bruta de R$ 5.285.443. O valor é referente aos 11,5 pontos percentuais retirados dos 15% devidos pela utilização do Mané Garrincha: a pasta reduziu de 15% para 3,5% o montante cobrado sobre o dinheiro arrecadado no clássico.

A manobra é prevista pelo Decreto nº 39.739, de 28 de março de 2019, que permite aos gestores a isenção ou redução do percentual caso justifiquem relevante interesse público.

A maior marca anterior, curiosamente, também ocorreu em um jogo do time da Gávea: em 14 de julho, 60.947 adquiriram entrada para ver o chocolate do Flamengo sobre o Goiás por 6 x 1.

O Clássico dos Milhões também ficou marcado pela atuação do VAR: dois pênaltis foram marcados a favor do Vasco com ajuda do árbitro de vídeo. As duas cobranças, porém, esbarraram na noite inspirada de Diego Alves que, com duas defesas, impediu que o Cruzmaltino flertasse com um resultado positivo.

Com a vitória, os comandados de Jorge Jesus chegaram a 30 pontos. O Vasco, por sua vez, estacionou nos 17, se mantendo a cinco da zona de rebaixamento.

Depois de muitas faltas, que deixaram o jogo truncado, tanto Vasco, quanto Flamengo, criaram boas chances de gol ainda no primeiro tempo. Enquanto os cruzmaltinos apostavam no talento individual de Talles Magno, o Rubro-Negro contava com a força do elenco para chegar à meta defendida por Fernando Miguel. Aos 22 minutos, Yago Pikachu tentou chute cruzado, mas a bola subiu e tocou o travessão do gol de Diego Alves.

Antes, o Vasco ainda chegou com perigo, mas o goleiro do Flamengo fez grande intervenção, impedindo que os mandantes da partida abrissem o placar. A primeira grande oportunidade do Flamengo veio aos 36 minutos, após erro na saída de bola do Vasco. Gerson roubou a bola dentro da grande área, tentou passe para Gabigol, mas a bola sobrou para Arrascaeta, que experimentou o chute. O lateral Cáceres, porém, fez corte providencial.

Cinco minutos depois, brilharia a estrela de Bruno Henrique. O jogador recebeu na entrada da área, limpou e bateu colocado. A bola entrou no ângulo de Fernando Miguel, que nada pode fazer além de olhar a pintura do atacante do Flamengo. Depois do gol, o Vasco ainda tentou reagir, mas não com a mesma qualidade de jogadas e o árbitro Leandro Vuaden encerrou a etapa inicial com os rubro-negros vencendo por 1 x 0.

Confusão
A nota triste da festa no Mané Garrincha ocorreu no intervalo da partida. Uma confusão na torcida vascaína provocou corre-corre e houve princípio de briga entre os próprios torcedores. O tumulto só terminou após a intervenção da Polícia Militar.

Os policiais usaram gás de pimenta para afastar os brigões. E a maioria da torcida vascaína vaiou os arruaceiros.

2º tempo
Bruno Henrique demorou apenas cinco minutos para reforçar o porquê de ter sido convocado por Tite. O atacante do Flamengo recebeu grande passe e, na saída de Fernando Miguel, tentou por cobertura. A bola ainda bateu no ombro do goleiro do Vasco antes de entrar. O Cruzmaltino conseguiu reagir aos 11. Em lance com auxílio do VAR, o árbitro Leandro Vuaden viu falta de Matheus Thuler em Tiago Reis e deu pênalti. Na cobrança, Yago Pikachu foi parado por Diego Alves, que fez valer a fama de pegador de pênaltis e colocou a bola para escanteio.

Na cobrança do tiro de canto, o camisa 22 do time de São Januário, que desperdiçara cobrança instantes antes, encontrou o zagueiro Leandro Castan, que diminuiu a vantagem rival de cabeça. Aos 16, porém, o Flamengo voltou a abrir vantagem. Fernando Miguel deu rebote em cabeçada de Bruno Henrique e Gabigol aproveitou para marcar o terceiro do Flamengo na noite.

O VAR voltaria a dar o ar da graça aos 34 minutos. Após cobrança de escanteio, Arrascaeta derrubou Castan dentro da área. Com ajuda do árbitro de vídeo, Leandro Vuaden apontou a marca da cal. Bruno César, que entrara pouco antes, chamou a responsabilidade da batida. Ele, porém, teve destino igual ao de Pikachu, e viu o camisa 1 do Flamengo fazer mais uma defesa. No lance seguinte, o Flamengo mostrou a tranquilidade que faltou ao Vasco. Em lance bobo, Bruno Henrique foi derrubado dentro da pequena área. Na cobrança, Arrascaeta deslocou Fernando Miguel, marcando o quarto do Rubro-Negro na noite.

Após o quarto gol, a torcida do clube da Gávea, que já estava empolgada nas arquibancadas do Mané Garrincha, se inflamou ainda mais. A cada troca de passes, os torcedores gritaram “olé”, em ritmo de festa que seguiu até o apito final de Leandro Vuaden, que decretou a 13ª partida de invencibilidade do Flamengo frente ao maior rival.

Agora, o Flamengo volta as atenções para a disputa da Copa Libertadores. Já nesta quarta-feira (21/08/2019), o time carioca recebe o Internacional no Maracanã, na primeira partida das quartas de final do torneio continental. O Vasco, por sua vez, só volta a campo no domingo (25/08/2019), quando recebe o São Paulo em São Januário, em duelo válido pela 16ª rodada do Brasileirão.

 

Classificação

PosTimePÚltimos
jogos
1Flamengo42
W W W W W
2Palmeiras39
D L W W W
3Santos37
L D W D L
4Internacional33
W L W W W
5Corinthians32
W D W D L
6São Paulo32
W L D L D
7Bahia31
D W W W D
8Grêmio28
D W D W W
9Atlético-MG27
L L L L L
10Botafogo27
L D L W D
11Athletico-PR26
L L W D L
12Vasco23
L W L L W
13Ceará22
L L L D D
14Fortaleza22
L D W L D
15Goiás21
D W L L L
16Fluminense18
L L W L W
17Cruzeiro18
W D W L L
18CSA16
W D L W D
19Chapecoense14
W D L L L
20Avaí13
L D W L W
Últimas notícias