Vândalos jogam tinta sobre homenagem a Maradona no CT do Santos

O clube pretendia saudar o craque argentino durante 30 dias no local de treinamento, mas pintura no muro durou menos de 48 horas

atualizado 27/11/2020 9:52

Muro do CT Rei Pelé com MaradonaReprodução/Twitter

Uma homenagem do Santos a Diego Armando Maradona amanheceu vandalizada no CT Rei Pelé, nesta sexta-feira (27/11). O artista Paulo Consentino havia pintado no muro do local o rosto do craque argentino, que morreu na última quarta-feira, mas a imagem durou menos de 48h e foi manchada com uma tinta branca.

A intenção do Santos e do artista era prestar homenagem ao argentino durante 30 dias. O flagra do vandalismo foi compartilhado por Guilherme Kastner, conselheiro do clube alvinegro, que lamentou o episódio. “Bela imagem vamos passar para o mundo. Parabéns aos envolvidos. SQN. Lamentável”, escreveu Guilherme.

0

O Santos não se pronunciou a respeito do caso. O time brasileiro é a casa de Pelé, Rei do Futebol, considerado o melhor jogador de todos os tempos. Há, no entanto, quem diga que Maradona foi o maior, o que faz da polêmica interminável.

Vídeos
Últimas notícias