Tite diz que Claudinho e Gerson estão no radar da Seleção Brasileira

O comandante deve fazer a sua próxima convocação no dia 5 de março para os duelos com Colômbia e Argentina, pelas Eliminatórias da Copa

atualizado 27/02/2021 18:50

Tite usa máscara no treino da SeleçãoLucas Figueiredo/CBF

O técnico Tite aproveitou a entrega do prêmio da CBF para os melhores jogadores do Campeonato Brasileiro para elogiar o meia Claudinho, do Red Bull Bragantino, e o volante Gerson, do Flamengo. O comandante da Seleção Brasileira deve fazer a sua próxima convocação no dia 5 de março para os duelos com Colômbia e Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

Claudinho é um dos jogadores que constam na lista de “convocáveis”, disse o treinador, que relembrou o início da carreira do atleta no Corinthians e fez elogios ao volante Edenílson, do Internacional, com quem já trabalhou.

“(Claudinho) Está numa seleção de atletas importantes, convocáveis, com qualidade técnica individual, comprovando sua qualidade. Tenho um pouquinho de felicidade de encontrar o Edenílson, campeão mundial comigo pelo Corinthians, e o Claudinho, que era um garoto de 18 anos, por mim lançado e se formando hoje com 24 anos”, avaliou o treinador da seleção.

Gerson foi nas duas últimas temporadas destaque do Flamengo nas conquistas da Copa Libertadores e do bi do Brasileirão. O meia, porém, enfrenta resistência na seleção, depois de ter recusado participar do Pré-Olímpico, no início de 2020. O jogador rubro-negro tem 23 anos e pode, inclusive, ser convocado para os Jogos de Tóquio. Quando da recusa, o coordenador da seleção brasileira, Juninho Paulista, perguntado sobre a situação, disse que comprometimento, disponibilidade e foco também são levados em conta no momento da convocação da seleção principal.

“Os atletas, o Gerson inserido, estão mantendo uma regularidade e um padrão alto de desempenho. O que é importante para dar consistência. Assim como a afirmação do Gabigol, Éverton Ribeiro, Rodrigo Caio, para falar de outros jogadores do Flamengo. Tem o Filipe Luís, com 34 anos, que a gente vê a qualidade individual que tem”, explicou Tite, que pode se ver obrigado a priorizar a convocação de atletas que atuam no futebol nacional.

Pandemia interfere

Com a piora da situação da pandemia de Covid-19, a Conmebol e suas confederações filiadas estudam soluções para as convocações de atletas que atuam fora do continente sul-americano. Essa possibilidade abre espaço para que mais jogadores do futebol brasileiros sejam chamados por Tite, que afirma que este é uma das circunstâncias a serem avaliadas na próxima convocação.

Vídeos
Últimas notícias