Seleção Brasileira também é campeã de faturamento: quase R$ 44 milhões

A premiação prevista para o campeão da Copa América é de US$ 7,5 mi (cerca de R$ 28,6 mi). Soma-se a esse valor bônus de participação

Pedro Martins/MowaPressPedro Martins/MowaPress

atualizado 08/07/2019 15:02

A Seleção Brasileira chegou ao seu 9º título da Copa América nesse domingo (07/07/2019) no Estádio Maracanã. A vitória por 3 x 1 para o Peru serviu também para engordar o caixa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A premiação prevista para o campeão é de US$ 7,5 milhões (cerca de R$ 28,6 milhões). Soma-se a esse valor o bônus de participação no torneio de seleções, que é de US$ 4 milhões (cerca de R$ 15,2 milhões).

Vice-campeão, o Peru foi o segundo país a lucrar mais com a Copa América: US$ 9 milhões (cerca de R$ 34,4 milhões), seguido pela Argentina, com US$ 8 milhões (cerca de R$ 30,4 milhões).

Outro número expressivo de cifras nesta Copa América foi o recorde de renda na decisão Brasil x Peru. O valor arrecadado, de R$ 38.769.850, é maior da história do futebol brasileiro. O público pagante foi de 58.584 torcedores e, no total, 69.986 pessoas compareceram.

Até esse domingo (07/07/2019), a maior renda já divulgada no país era de R$ 22.476.630, registrada na vitória do Brasil por 3 x 0 sobre a Bolívia, no Morumbi, na abertura desta competição continental.

Veja os valores de premiação da Copa América:
Campeão (Brasil) – US$ 7,5 milhões (R$ 28,6 milhões)
Vice (Peru) – US$ 5 milhões (R$ 19,2 milhões)
3º lugar (Argentina) – US$ 4 milhões (R$ 15,2 milhões)
4º lugar (Chile) – US$ 3 milhões (R$ 11,4 milhões)
5º ao 8º (Colômbia, Uruguai, Venezuela e Paraguai, na ordem) – US$ 2 milhões (R$ 7,6 milhões)
Participação (exceto Catar e Japão) – US$ 4 milhões (R$ 15,2 milhões)
Participação (Catar e Japão) – US$ 1,25 milhão (R$ 4,78 milhões)

Últimas notícias