Secretário de Saúde minimiza quebras de protocolo em jogo do Flamengo

Daniel Soranz classificou o evento como um sucesso, apesar de alguns torcedores não respeitarem o uso de máscara e o distanciamento

atualizado 23/09/2021 19:02

Gilvan de Souza/Flamengo

A vitória do Flamengo sobre o Barcelona-EQU por 2×0, pela semifinal da Libertadores, contou com pouco mais de 23 mil pessoas. Algumas, entretanto, não respeitaram o distanciamento e o uso de máscaras, regras essenciais para que os ingressos fossem vendidos.

Porém, o Secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, classificou o evento como um sucesso. “Acho que ocorreu tudo bem. Teve a proteção adicional, que foi o uso da máscara e o distanciamento, mas sabíamos que isso não tinha como ser cumprido totalmente. Com todo mudo vacinado e com a testagem esperávamos que iria acontecer isso”, disse Soranz.

O Secretário ainda avaliou que os exames para detectar a Covid, obrigatório para entrar no estádio, também foram muito proveitosos e essenciais para a situação aquém da partida. “O número de testes que deram positivo foi de 180 e essas pessoas não puderam sequer retirar os ingressos e ficaram de fora do jogo. Com o início dos eventos-testes, têm aumentado a quantidade de testes realizados. Por causa do jogo dobrou o número de testes realizados na cidade. E aumentar o número de testagem é bom porque a pessoa é diagnosticada ainda no período assintomático e sai de circulação”, completou.

 Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias