Em gravação, Robinho aconselha amigo envolvido em estupro: “Volta para o Brasil, tu não fica em cana”

Em conversa telefônica, o jogador aconselha Ricardo Falco e ri dos dos acontecimentos que levaram à sua condenação

atualizado 11/12/2020 12:03

Robinho SantosAlexandre Schneider/Getty Images

Condenado em segunda instância na Itália por estupro, Robinho segue em liberdade no Brasil, com seu contrato com o Santos suspenso até que o equivalente à terceira instância no país europeu julgue o seu caso.

Em conversa telefônica gravada com autorização judicial, e obtida pelo Uol Esporte, o jogador aconselha o amigo Ricardo Falco, também condenado pelo mesmo caso, a voltar para o Brasil e evitar uma eventual prisão em solo italiano.

“Cara, você quer um conselho? Não vai nem lá, volta pro Brasil, pelo menos tu não fica em cana”, diz, em tom jocoso.

Robinho teve pena de nove anos de prisão confirmada nessa quinta (10/12) pelo Tribunal de Apelação de Milão. A defesa do jogador afirma que vai recorrer à terceira instância. O jogador foi condenado pelo estupro coletivo de uma jovem albanesa, em 2013, em uma boate de Milão, época em que atuava pelo Milan.

Em outros pontos da conversa, Robinho usa tom depreciativo e irônico para falar sobre o ocorrido.

0

 

Vídeos
Últimas notícias