Primeiro jogador assumidamente gay será incluído no hall da fama

O inglês Justin Fashanu morreu em 1988, aos 37 anos, após defender clubes como o Manchester City e o West Ham United

Allsport UK /Allsport

atualizado 18/02/2020 18:49

Primeiro, e único, jogador de futebol assumidamente gay, o inglês Justin Fashanu será introduzido ao Hall da Fama do Futebol Inglês. O ex-atleta, morto em 1988, aos 37 anos, também foi o primeiro jogador negro a se transferir de um clube inglês a outro pela quantia de um milhão de libras.

Além de Fashanu, outros 100 jogadores também receberão a honraria de fazer parte do Hall da Fama, instituído em 2002 para premiar aqueles que tiveram grande contribuição para o esporte bretão.

A sobrinha do ex-jogador, Amal, responsável pela Fundação Justin Fashanu, que combate a homofobia e outros tipos de discriminação no futebol, será responsável por receber o prêmio póstumo.

“Acho que seria um grande momento para Justin e um momento onde finalmente vão reconhecer que ele não foi apenas o primeiro jogador assumidamente gay no mundo. Vão também relembrar que ele foi um grande jogador de futebol e o primeiro a custar um milhão de libras”, celebrou, em entrevista ao canal Sky Sports.

Últimas notícias