Pior do G6 e inferior a clubes no Z4: números da defesa do Fla ligam alerta

O Rubro-Negro fechou a primeira perna do Brasileirão com 25 gols sofridos, o que dá uma média de 1,31 gol sofrido por jogo

atualizado 02/11/2020 13:19

Gustavo Henrique e Filipe LuísMarcelo Cortes / Flamengo

Bastava um empate. Mas chegou longe. No último domingo (1/11), o Flamengo entrou em campo com a possibilidade de encerrar o primeiro turno do Campeonato Brasileiro como líder, mas foi goleado pelo São Paulo por 4 x 1, em pleno Maracanã. O placar elástico — a maior goleada sofrida no estádio desde 2015 — escancara números defensivos que preocupam e ligam o alerta para o returno.

O Rubro-Negro fechou a primeira perna do Brasileirão com 25 gols sofridos, o que dá uma média de 1,31 gol sofrido por jogo. Dentre os clubes do G6, por exemplo, possui a defesa mais vazada — a segunda pior, nesta parte da tabela, é a do Santos, justamente o sexto colocado, tendo levado 23 bolas na rede.

Leia a matéria completa no LANCE!, parceiro do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias