Ônibus do Cruzeiro sofre ataque após jogo com o Atlético-MG

Nenhum integrante da delegação sofreu ferimentos. Um torcedor do Galo faleceu após sofrer ataque cardíaco no intervalo da partida.

Reprodução/TwitterReprodução/Twitter

atualizado 18/07/2019 10:33

Os jogadores do Cruzeiro tiveram pouco tempo para comemorar a classificação para a semifinal da Copa do Brasil diante do Atlético-MG, na noite desta quarta-feira (17/07/2019), em Belo Horizonte. Logo após o jogo, no Independência, o ônibus do clube foi atingido por vândalos que atiraram pedaços de pau, pedras e garrafas. Nenhum integrante da delegação sofreu ferimentos.

“O Cruzeiro Esporte Clube lamenta e repudia qualquer ato de vandalismo desta natureza e enfatiza que a classificação foi decidida dentro das quatro linhas, prevalecendo sempre o respeito entre os adversários, independente do resultado ao final do jogo”, escreveu o Cruzeiro em suas redes sociais.

Antes do incidente, em entrevista coletiva, o técnico Mano Menezes exaltou a experiência da equipe, que continua na briga pelo tricampeonato consecutivo da competição. “Penso que o Cruzeiro, mais uma vez, fez valer a experiência de vivenciar isso com mais frequência.”

“Nós ganhamos a nossa classificação quinta-feira passada (11/07/2019), quando talvez todos esperássemos que nós não tivéssemos uma resposta daquelas para dar. E no futebol você não pode subestimar o seu adversário. Nós estamos levando a classificação daqui hoje porque jamais subestimamos o Atlético-MG, mesmo tendo uma vantagem de 3 x 0.”

Apesar da vantagem inicial, o treinador afirmou que não considerou seu time tão favorito à conquista da vaga. “Aquilo que te dá um favoritismo, de 90 x 10, como eu ouvi hoje à tarde, para o Cruzeiro, pelo 3 x 0, você vê que na prática não tem tanto valor assim. Aconteceram lances que nós poderíamos perder por 3 x 0, quem sabe, e no mínimo ir para as penalidades máximas. Nossa experiência de classificar assim, de entender que você passa sufoco mesmo, fez com que a gente tenha levado essa classificação.”

Morte
Um torcedor do Atlético-MG faleceu durante o jogo, após ter um mal súbito no estádio Independência. Luciano Oliveira Palhares, de 34 anos, sofreu um ataque cardíaco no intervalo da partida, chegou a ser atendido pelos médicos, mas não resistiu a caminho do Hospital João XXIII. Os responsáveis pela gestão do estádio lamentaram a morte. “A Arena Independência lamenta profundamente o acontecido e se solidariza com seus familiares e amigos.”

Os clubes também se manifestaram sobre a morte. “O Cruzeiro Esporte Clube lamenta profundamente o falecimento do torcedor Luciano Oliveira Palhares, que estava presente no jogo no estádio Independência. Nossos sinceros sentimentos aos familiares e amigos!”, registrou a diretoria cruzeirense, nas redes sociais. “O Clube Atlético Mineiro lamenta profundamente a morte do torcedor Luciano Oliveira Palhares.”

Últimas notícias