Números iniciais de Ceni, Dome e Jesus no Flamengo: veja quem foi melhor

Rogério Ceni tem 11 jogos à frente do Flamengo. Veja comparação do mesmo número de partidas dos antecessores do treinador

atualizado 10/01/2021 13:58

Apesar da temporada irregular, o Flamengo segue vivo na luta pelo título do Campeonato Brasileiro de 2020. Mas as recentes eliminações na Copa do Brasil e na Libertadores, e os últimos resultados ruins no campeonato nacional acenderam um alerta no clube carioca.

Com 11 jogos à frente do clube, Rogério Ceni já enfrenta um clima de desconfiança por parte da torcida e, caso não conquiste o Brasileiro, sua presença à frente do clube pode até ser encerrada antes do previsto. Já até há quem diga que a saída do ex-auxiliar de Guardiola foi feita de forma precoce.

Mas e nos números no começo de trabalho, quem foi melhor? Veja as estatísticas de Ceni, de Dome e até mesmo Jorge Jesus nos 11 jogos iniciais como comandantes do Urubu.

Jesus avassalador
Jorge Jesus estreou no Flamengo em 10 de julho de 2019. O treinador chegou ao clube na pausa para a Copa América e teve três semanas para se habituar e treinar o time carioca. A estreia aconteceu contra o Athletico-PR em plena Arena da Baixada, pela Copa do Brasil.

Com dois empates por 1 x 1, os comandados de Jesus acabaram derrotados na decisão por pênaltis, na primeira eliminação do treinador à frente do clube.

Porém, o time engrenou, e nas outras nove partidas restantes acumulou seis vitórias, duas derrotas e mais um empate. No total, nos 11 primeiros jogos com Jesus, o Flamengo teve seis vitórias, duas derrotas e três empates. Ao todo, foram 23 gols marcados e 13 sofridos.

Depois de engrenar, a equipe seguiu o embalo e acumulou incríveis 26 partidas sem derrota, período que culminou com os títulos da Libertadores e do Campeonato Brasileiro.

0

Nem tão Guardiola assim
Logo após a saída de Jorge Jesus para o Benfica, o Flamengo foi ao mercado e acertou com Domènec Torrent, treinador que ficou conhecido na Europa por ter sido auxiliar de Pep Guardiola. Assim como Jesus e Ceni, o começo de trabalho de Dome não foi lá dos melhores, acumulando duas derrotas no Campeonato Brasileiro, sendo uma delas um 3 x 0 para o Atlético-GO.

Mas assim como seu antecessor, o espanhol conseguiu se recuperar e encaixou uma série de sete jogos sem perder. A sequência foi encerrada contra o Ceará, no Castelão, justamente o adversário deste final de semana.

Ao todo nos 11 primeiros jogos, Dome teve cinco vitórias, dois empates e quatro derrotas, com um aproveitamento de 51,5%. Sob seu comando, o time carioca marcou 13 vezes e sofreu 18 gols.

Números contra Ceni
Após a queda do espanhol, o Flamengo apostou suas fichas em Rogério Ceni. O treinador chegou após um bom trabalho no Fortaleza e de cara já encarou um mata-mata de Copa do Brasil, contra o São Paulo. Com duas derrotas, o time carioca viveu sua primeira eliminação na temporada.

O treinador teve outro duro duelo pela frente: o Racing, pela Libertadores. E com dois empates, o Flamengo enfrentou outra dura queda no ano e se despediu da competição continental sendo eliminado nos pênaltis.

Nos 11 jogos em que está à frente do Urubu, o técnico tem quatro vitórias, quatro empates e três derrotas. Ou seja, dos três treinadores, o atual é o que teve menos triunfos nos 11 primeiros compromissos comandando o Flamengo. Ao todo, o time marcou 17 vezes e sofreu 15 gols.

Neste final de semana, Flamengo e Ceni terão outra chance de voltar a vencer no Campeonato Brasileiro, única competição que pode salvar a temporada ruim do rubro-negro. O time enfrenta o Ceará, no Maracanã, no domingo (10/1) às 16h. Uma nova derrota complica ainda mais a situação do técnico à frente do time.

Com 50 pontos, o Flamengo está a sete do líder São Paulo. Um novo resultado ruim combinado com a vitória do Tricolor em cima de um desfalcado Santos praticamente encerra as chances de título do atual campeão brasileiro.

Vídeos
Últimas notícias