Na Boca do Jacaré, Brasiliense vence o Nova Mutum pelo placar de 3×1

Com a vitória, o Brasiliense lidera o Grupo A5, com sete pontos. O Nova Mutum estacionou nos três pontos, e agora ocupa a sexta colocação

atualizado 19/06/2021 18:03

Gustavo Moreno/Esp. Metrópoles

Valendo a liderança isolada do Grupo A5 da Série D, o Brasiliense Futebol Clube recebeu, na tarde deste sábado (19/6), a equipe do Nova Mutum-MT, na Boca do Jacaré. O esquadrão amarelo fez valer o mando de campo e aproveitou as chances que criou para conquistar a vitória pelo placar de 3 × 1. Os tentos do Jacaré foram marcados por Zé Love, duas vezes, e Luquinhas. Matheus anotou o gol da equipe visitante.

Com a vitória, o Brasiliense lidera o Grupo A5, com sete pontos conquistados. O Nova Mutum estacionou nos três pontos, e agora ocupa a sexta colocação. O próximo compromisso do Jacaré será no sábado (26/6), às 16h, contra o União Rondonópolis-MT, no Estádio Luthero Lopes.

Primeiro tempo equilibrado

Sem medo de se arriscar jogando fora de casa, o Nova Mutum tomou a iniciativa e se lançou ao ataque buscando surpreender nos primeiros minutos. Tocando bem a bola na transição meio-campo/ataque, a equipe ganhou um escanteio na altura dos dois minutos jogados. Na cobrança, um bate rebate fez a bola tocar no travessão depois da defesa do goleiro Matheus Brandão, que fez sua estreia com a camisa do Jacaré.

A equipe do Brasiliense respondia aos poucos os avanços do Nova Mutum, e na primeira jogada bem construída e quepe chegou ao gol. Aos 12 da primeira etapa, Zotti abriu para Luquinhas na ponta direita, que cruzou na medida para Zé Love tocar com categoria e abrir o marcador. 1 × 0 Brasiliense.

Com o gol, o Brasiliense tentou cadenciar o jogo, e o Nova Mutum aproveitou para melhorar e controlar novamente a posse de bola. Ao 15 minutos, Rafinha cobrou falta buscando o ângulo esquerdo, mas a bola saiu pela linha de fundo. Em uma falha na saída de bola do Jacaré aos 28 minutos, Léo Campos avançou livre pela direita e cruzou para Matheus empatar o jogo com um leve desvio na bola.

O empate dos visitantes fez o Brasiliense despertar na partida e buscar o ataque com mais agressividade. Aos 30 da etapa inicial, Peninha observou Gabriel Oliveira adiantado e tentou cobri-lo, mas o arqueiro corrigiu seu posicionamento no último minuto para evitar o gol. Dois minutos depois, Diogo cruzou para a cabeçada de Luquinhas, que ficou nas mãos de Gabriel Oliveira.

Aos 38, a equipe amarela teve a última chance de gol do primeiro tempo. Zé Love pegou a sobra do chute de Luquinhas e emendou uma puxeta, que saiu pela linha de fundo tirando tinta da trave.

Brasiliense melhora e decide o jogo

Buscando ganhar mais volume no meio-campo, o Brasiliense voltou para a segunda etapa com duas alterações: Zotti e Peninha saíram apara as entradas de Didira e Alan Mineiro. Na primeira participação dos atletas, o Jacaré levou perigo ao gol do Nova Mutum. Aos seis minutos, Alan Mineiro levantou na área. Didira agasalhou a bola no peito, saiu na cara do gol e bateu por cima.

As substituições deixaram a equipe mais dinâmica, o que fez o jogo ser dominado pelo ataque amarelo. Aos 16 minutos, o Jacaré trabalhou a bola até chegar em Luquinhas na ponta direita, que bateu em cima do goleiro. Com 19 jogados, Luquinhas pegou a sobra na entrada da área e Gabriel Oliveira se esticou para jogara bola para escanteio. Na cobrança, Alan Mineiro levantou, Lídio ajeitou e Keynan cabeceou no meio do gol e o arqueiro fez a defesa sem dificuldades.

0

Aos 22’, Saulo desviou a bola com o branco dentro da área. Julian Negreiros viu a penalidade e apontou a marca da cal. Zé Love foi para a cobrança e encheu o pé no alto do gol, colocando o Jacaré novamente em vantagem: 2×1.

A primeira finalização de fato do Nova Mutum na segunda etapa aconteceu aos 39 minutos. Felpe Augusto recebeu em velocidade e soltou a bomba no alto. Matheus Brandão espalmou a bola para longe.

Aos 43 da etapa final, o Jacaré deu números finais ao jogo. Alan Mineiro cobrou escanteio pela esquerda e Gabriel Oliveira saiu mal para desviar a bola. Na sobra, Luquinhas cabeceou no contra pé, marcando o terceiro e decretando a vitória amarela. Fim de jogo: 3×1.

FICHA TÉCNICA

BRASILIENSE 3 X 1 NOVA MUTUM

Série D 2021 – Fase de grupos – terceira rodada

19/06/2021, 15h – Boca do Jacaré, Taguatinga-DF

Árbitro: Julian Negreiros de Castro-AC

Assistente 1: Milton Alves-DF

Assistente 2: Renato Tolentino-DF

Quarto Árbitro: Rafael Diniz-DF

BRASILIENSE

Matheus Brandão; Diogo, Badhuga, Keynan e W. Goduxo; Lídio (Aldo), Zotti (Didira) e Peninha (Alan Mineiro); Tobinha (Maicon Assis), Luquinhas e Zé Love (Victor Rangel)

Técnico: Vilson Tadei

Gols: Zé Love (12’ 1T e 24’ 2T, pênalti) e Luquinhas (43’ 2T)

Cartões amarelos: Peninha, Zé Love, Zotti, Luquinhas e Badhuga

PORTO VELHO

Gabriel Oliveira; Léo Campos (Michael), Saulo, Taison e Jhonathan Moc (Winicius); Jhonathan Cabeça (Alan), Bruno Domingues e Rafinha; Hugo (Abner), Gustavo Nogy e Matheus (Felipe Augusto)

Técnico: William de Mattia

Gols: Matheus (28’ 1T)

Cartões amarelos: Léo Campos e Gustavo Nogy

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias