MPDFT recomenda afastamento da Facção Brasiliense dos estádios

Torcida organizada do Brasiliense protagonizou atos de violência no último domingo (23/06/2019), na partida contra o Vitória

Hugo Barreto/MetrópolesHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 28/06/2019 7:49

Diante dos atos de violência ocorridos no último domingo (23/06/2019), na partida entre Brasiliense x Vitória, pela série D, no Estádio Serejão, o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), por meio da Procuradoria Distrital dos Direitos do Cidadão (PDDC), manteve a recomendação que proibia a participação de representantes da Torcida Facção Brasiliense nos estádios do Distrito Federal. O documento é de janeiro de 2019.

A ação do MPDFT foi influenciada pelos acontecimentos do último domingo (23/06/2019), no estádio Serejão. Após a equipe brasiliense perder o jogo por 2 x 1 para o Vitória — resultado que confirmou a eliminação do Jacaré da Série D do Campeonato Brasileiro –, torcedores mais exaltados quebraram vidraças e câmeras do estádio. Ainda pularam a cerca da tribuna onde as famílias dos atletas, a imprensa e a diretoria do Jacaré assistiam à partida. Todos conseguiram sair em segurança do local.

Últimas notícias