Morre Vadão, ex-técnico da Seleção Brasileira feminina

Comandante do Brasil na Copa do Mundo de 2019, Vadão estava internado com um tumor no aparelho digestivo

Vadão com o casaco da Seleção BrasileiraReprodução/Twitter

atualizado 25/05/2020 14:43

Morreu nesta segunda-feira (25/05) o técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão. Ele tinha 63 anos e estava internado para tratar complicações decorrentes de um câncer. Comandante da Seleção Brasileira feminina de futebol nas últimas duas Copas do Mundo, o treinador não resistiu e faleceu nesta manhã. O velório e o enterro serão restritos à família, por causa da pandemia do novo coronavírus. A informação foi primeiro publicada pelo portal Futebol Interior.

Vadão estava internado desde o último dia 20 em uma UTI no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Quando deu entrada na unidade de saúde, o quadro do treinador já era considerado grave. Em dezembro, o técnico havia descoberto um câncer no aparelho digestivo.

Além do aparelho digestivo, o fígado também foi afetado pelo tumor. A condição de Vadão já não permitia um transplante de fígado. O tratamento seria feito por quimioterapia ou radioterapia, mas o técnico não resistiu ao avanço da doença.

Além da Seleção Brasileira feminina, Vadão comandou também importantes clubes do futebol brasileiro como Corinthians, São Paulo e Bahia.

Vídeos
Últimas notícias