Libertadores: o gabarito para os times brasileiros passarem para as quartas

Somente Flamengo e Athletico-PR têm a vida mais complicada. Internacional e Boca Juniors ainda não fizeram o primeiro confronto

atualizado 01/12/2020 0:29

PalmeirasDolores Ochoa - Pool/Getty Images

Os jogos de volta das oitavas de final da Libertadores começam nesta terça-feira (1/12). Seis times brasileiros seguem vivos na competição e com chances reais de passarem para a próxima fase. Somente Flamengo e Athletico-PR têm a vida mais complicada. Internacional e Boca Juniors ainda não fizeram o primeiro confronto.

O Metrópoles passa a cola do que cada um dos cinco clubes precisa fazer para chegar às quartas. Palmeiras e Grêmio já estão com um pé lá. O tricolor gaúcho venceu o Guaraní-PAR, fora de casa, por 2 x 0 e pode perder por até um gol de diferença para garantir a classificação. Se perder por 2 x 0 a decisão será nos pênaltis.

Já o alviverde paulista bateu o Delfín no Equador por 3 x 1 e também tem a vantagem pelos gols marcados fora de casa. Uma derrota por até 2 x 0 classifica o Porco. Caso sofra três gols ou mais, a situação fica mais difícil. A disputa será decidida nos pênaltis se o placar da ida for repetido, sendo 3 x 1 para os equatorianos.

A equipe de Cuca também foi bem no primeiro jogo e venceu a LDU por 2 x 1 fora de casa. Pode perder de 1 x 0 para avançar para as quartas de final e tem a vantagem do empate. A possibilidade para os pênaltis é a mesma dos outros duelos.

Regulamento à favor e contra

Flamengo e Athletico-PR fizeram o mesmo placar em seus jogos de ida (1 x 1), mas estão em situações diferentes. No caso dos cariocas, um empate por 0 x 0 carimba o passaporte para as quartas, mas para os paranaenses um jogo sem gols significa eliminação.

Esta diferença existe porque o Urubu fez o primeiro jogo fora de casa, contra o Racing, enquanto o Furacão recebeu River Plate na Arena da Baixada. O Athletico precisa vencer para avançar ou empatar por dois gols ou mais, por assim terá feito mais gols fora de casa que os argentinos.

A mesma situação dos empates preocupa o Flamengo. Um empate sem gols ou qualquer vitória do rubro-negro carioca dá a classificação ao time de Rogério Ceni. Qualquer outro resultado elimina o time ou, se ficar 1 x 1, leva a decisão para os pênaltis.

Veja os dias e horários dos jogos:

Terça-feira (1/12):

Santos x LDU, às 19h15

River Plate x Athletico-PR, às 19h15

Flamengo x Racing, às 21h30

Quarta-feira (2/12):

Palmeiras x Delfín, às 19h15

Internacional x Boca Juniors, às 21h30*

Quinta-feira (3/12):

Grêmio x Guaraní-PAR, às 21h30

*Jogo válido pela partida de ida das oitavas de final

Vídeos
Últimas notícias