Libertadores no Chile: Conmebol recebe enxurrada de xingamentos

Amantes do esporte reagem à decisão de manter a decisão em Santiago mesmo com os protestos no país

atualizado 30/10/2019 16:05

Miguel Schincariol/Getty Images

As orelhas dos responsáveis pela permanência da final da Libertadores 2019, entre Flamengo x River Plate, na capital do Chile, em Santiago, deve estar queimando após a divulgação da decisão. A informação foi dada primeiramente pela ministra de esportes do país, Cecília Perez, e confirma pela entidade organizadora, Conmebol, logo após.

A ministra disse: “O governo nos deu apoio total para realizar a final da Libertadores em Santiago. O futebol pode ser uma boa oportunidade para nos unir.”

E a Conmebol respondeu em tom de gratidão às autoridade chilenas: “Agradecemos o compromisso demonstrado pelo Governo do Chile para garantir as condições de segurança para a celebração da Final Única da Libertadores 2019.”

Os amantes do esporte rapidamente reagiram a esses pronunciamentos e comentaram na publicação da organização. Alguns lembraram o que ocorreu na final do ano passado (2018), quando a partida entre Boca Juniors x River Plate foi cancelada no dia e remarcada para ser em Madrid, na Espanha. Veja algumas reações:

Vídeos
Últimas notícias