La Liga de ouro: Campeonato Espanhol abre cofres e promete briga forte

Atual bicampeão, o Barcelona larga um pouco à frente dos rivais, mas Real e Atlético de Madrid têm motivos para crer na retirada do trono

MOISÉS DIAS/METRÓPOLESMOISÉS DIAS/METRÓPOLES

atualizado 17/08/2019 13:11

Uma das ligas mais acompanhadas no mundo da bola, o Campeonato Espanhol começa a temporada 2019/20 com ainda mais motivos para ser admirado. Os clubes espanhóis foram às compras na janela de transferências e lideram o ranking de gastos. Para se ter uma ideia, até o primeiro dia de agosto, dos sete times que mais investiram em reforços, quatro pertencem à La Liga. O Metrópoles preparou guias sobre os torneios disputados na Inglaterra, Espanha, Alemanha e Itália. 

Dono de 10 troféus dos últimos 15 disputados, o Barcelona larga como favorito ao título mais uma vez — manteve a base e ainda se reforçou com o francês Antonie Griezmann–, mas terá a dura concorrência da dupla de Madri, Real e Atlético.

Os galáticos abriram os cofres, repatriaram o técnico Zinedine Zidane e investiram pesado no mercado – Eden Hazard puxa a fila de reforços com Eder Militão, Rodrygo, Luka Jovic e Ferland Mendy.

Além de Griezmann, o Barcelona também acertou com o goleiro Neto, o zagueiro Emerson e o lateral Marc Cucurella. A novela tem se arrastado, mas o clube catalão ainda pretende contar com o futebol do brasileiro Neymar, atualmente no Paris Saint-Germain.

O Atlético de Madrid tenta se manter no patamar da dupla papão de títulos espanhóis e, para isso, gastou mais 240 milhões de euros nesta janela (até 1º de agosto). O português João Felix, considerado o herdeiro de Cristiano Ronaldo, encabeça a lista de reforços, que tem ainda o zagueiro brasileiro Felipe, o meia mexicano Hector Herrera e o lateral Renan Lodi, ex-Athletico-PR.

A janela de transferências de Espanha, Itália, Alemanha, França e da maioria das ligas europeias vai até 2 de setembro.

Ranking de gastos com contratações até 1º de agosto*
1 – Real Madrid (ESP) – 303 milhões de euros
2 – Atlético de Madrid (ESP) – 243,5 milhões de euros
3 – Barcelona (ESP) – 237 milhões de euros
4- Juventus (ITA) – 151,5 milhões de euros
5 – Aston Villa (ING) – 127,9 milhões de euros
6 – Borussia Dortmund (ALE) – 127,5 milhões de euros
7 – Sevilla (ESP) – 124 milhões de euros

*Fonte: transfermarket

MOISÉS DIAS/METRÓPOLES

Últimas notícias