Jogadores do Palmas viajaram de avião porque haviam testado positivo para Covid-19

Atletas se recuperaram de Covid-19 e encerravam neste domingo o período de isolamento e o clube optou por levá-los no avião por precaução

atualizado 24/01/2021 17:29

Reprodução

Os jogadores que estavam no trágico acidente aéreo que vitimou suas vidas neste domingo (24/1) estavam no voo porque se recuperaram de Covid-19. O Palmas preferiu levá-los para Goiânia, palco do jogo contra o Vila Nova, nesta segunda-feira (25/1), de avião. Além dos atletas, o presidente e o piloto também morreram no acidente.

O clube informou que optou por levar os jogadores no avião como forma de precaução, já que o período de isolamento se encerrava neste domingo.  Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari estavam na aeronave, que levava ainda o presidente Lucas Meira e o piloto Wagner Machado.

O avião que transportava os tripulantes caiu logo após deixar a capital do Tocantins. A CBF anunciou que a partida entre Vila Nova-GO x Palmas será adiada.

Vídeos
Últimas notícias