*
 

O retorno do atacante Paolo Guerrero à seleção do Peru é motivo de preocupação para o técnico da Dinamarca, Age Hareide. Na avaliação do treinador, o adversário da estreia de sua seleção na Copa do Mundo, neste sábado, às 13 horas (de Brasília), em Saransk, muda seu estilo de jogo com a presença de Guerrero em campo.

“Parece um pouco diferente com Guerrero na frente e com Jefferson Farfán recuado. Guerrero é um clássico jogador estrela. Ele é um forte finalizador, muito bom dentro da área”, analisou Hareide, em entrevista ao site da Fifa.

O experiente técnico, de 64 anos, disse que tem analisado o Peru nos últimos meses e elogiou o sistema defensivo do rival sul-americano. “Temos visto o Peru em todas as partidas e também analisamos o jogo deles contra a Suécia (0 a 0, no último sábado). Esperamos que continuem com o mesmo estilo de jogo. Eles têm um bom desempenho na defesa e, assim como nós, estão invictos há muitos jogos. Eles são bons em contra-atacar rapidamente e, em particular, os jogadores da frente são fortes.”

A delegação dinamarquesa viajou para Saransk nesta quinta-feira. A estratégia é descansar a equipe até o primeiro jogo diante dos peruanos. Uma das armas do time é o meia Christian Eriksen, de 26 anos, que fez boa temporada pelo Tottenham, da Inglaterra.

A segunda partida será contra a Austrália, na próxima quinta-feira. A Dinamarca encerra a fase inicial do Mundial da Rússia em duelo com a França, dia 26.