Grêmio e Chapecoense fazem duelo frenético e empatam em 3 x 3

Gaúchos ainda tiveram a chance de passar a frente no placar nos acréscimos, mas VAR retirou pênalti para os donos da casa

WESLEY SANTOS/ESTADÃO CONTEÚDOWESLEY SANTOS/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 05/08/2019 22:01

Grêmio e Chapecoense fizeram um frenético duelo nesta segunda (05/08/2019), na Arena do Grêmio, na conclusão da 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de diversas trocas de liderança, gaúchos e catarinense empataram em 3 x 3.

Com o resultado, os gremistas permanecem no meio da tabela, na 13ª posição, com 17 pontos, enquanto a Chapecoense, com 10, segue na zona de rebaixamento, na 17ª posição. Ambos os times voltam a campo no próximo sábado (10/08/2019): o Grêmio pega o Flamengo, no Maracanã; e a Chapecoense busca sair da zona da degola com o Ceará, no Castelão.

O jogo
O duelo começou agitado, com dois gols antes dos 13 minutos de jogo. Aos 8, Geromel abriu o placar para o Grêmio, após cobrança de escanteio de Alisson. O zagueiro subiu mais alto que Gum e estufou a rede de Tiepo.

O empate da Chape não demorou para sair. Aos 11 minutos, o artilheiro Everaldo driblou Kannemann, Geromel e marcou um belíssimo gol para igualar o placar.

Em ritmo frenético, o Grêmio chegou ao terceiro gol da partida aos 25 minutos. Everton Cebolinha recebeu de Maicon e chutou. A bola passou por baixo de Tiepo, para colocar os gaúchos à frente do placar.

Sem esmorecer, a Chapecoense continou brigando e, após escanteio cobrado por Camilo, Gustabo Campanharo cabeceou para o gol de Paulo Victor, empatando para os catarinenses.

Apesar de maior domínio da posse de bola do Grêmio (60% a 40%), a Chapecoense foi objetiva e conseguiu criar o mesmo número de oportunidades que o adversário (7 x 7), encerrando o 1º tempo em 2 x 2.

2º tempo
O Grêmio continuou dominando a posse de bola na etapa complementar, porém, encontrou um adversário bem posicionado na defesa, pronto para explorar os contra-ataques.

E foi assim que saiu o quinto gol da partida. Após erro de passe na intermediária, a Chape tocou a bola em velocidade, aproveitou a defesa do Grêmio desorganizada e Arthur Gomes desviou para a meta do goleiro Paulo Victor. 3 x 2!

Com a liderança no placar, a Chapecoense se recolheu ainda mais na defesa, enquanto o Grêmio tocava a bola no campo adversário, tentando abrir espaços. Com a bola rolando não foi possível, mas de bola parada, Luan colocou a bola na cabeça de Diego Tardelli, que não deu chances para Tiepo, empatar, novamente, o placar.

O Grêmio continuou pressionando e conseguiu até um pênalti a favor, com Kannemann, que caiu dentro da área. O árbitro apitou, mas após revisão do VAR voltou atrás e deu seguimento ao jogo, para desespero de Renato Gaúcho e Cia., que apenas empatam com a Chapecoense, em casa.

Últimas notícias