Grêmio desencanta no 2º tempo e bate São Paulo com facilidade

Em pouco menos de 10 minutos, o Tricolor Gaúcho venceu os paulistas com gols de Cebolinha, Vitor Bueno (contra) e Luciano

atualizado 01/12/2019 21:09

MAX PEIXOTO/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO

Após um primeiro tempo sem muita criatividade, o Grêmio precisou de pouco mais de menos de 10 minutos para resolver o jogo contra o São Paulo no 2º tempo, na noite deste domingo (01/12/2019), na Arena do Grêmio.

Com gols de Cebolinha, Vitor Bueno (contra) e Luciano, o Grêmio venceu o duelo de Tricolores e chegou a 62 pontos na tabela, na 4ª posição, confirmando vaga na fase de grupos da Libertadores 2020. O São Paulo permaneceu com 57, na 6ª posição, e ainda não tem a presença garantida no torneio continental.

Na próxima rodada, o São Paulo recebe o Internacional, quarta, no Morumbi, às 21h30. O Grêmio, na quinta, faz jogo contra o desesperado Cruzeiro, às 19h15, na Arena do Grêmio.

O jogo
Com suas linhas defensivas adiantadas, o Grêmio pressionou a saída de bola do São Paulo no início do jogo. O Tricolor Paulista, com paciência e toque de bola, tentou encontrar os espaços para escapar da forte marcação gremista e atacar a meta de Paulo Victor, sem muito sucesso.

Sem conseguir se aproximar do gol gremista, o São Paulo teve sua melhor chance com chute de fora da área de Bruno Alves. Já o Grêmio procurou utilizar os contra-ataques e a velocidade e

habilidade de Cebolinha para agredir os paulistas, as finalizações, no entanto, não saíram com qualidade.

Apesar do esforço de Everton, que se movimentou bastante e recuou para buscar a bola, o Grêmio só conseguiu uma chance clara com Pepê, aos 38.

2º tempo
Nos primeiros minutos da etapa complementar, o Grêmio encontrou mais facilmente os espaços e, após troca de passes em velocidade, Antony derrubou Alisson, sem a bola. O árbitro marcou a penalidade e, na cobrança, Cebolinha cobrou no canto contrário de Volpi, abrindo o placar na Arena Grêmio.

Não demorou para o Grêmio ampliar. Após cobrança de falta de Alisson, a bola desviou na cabeça de Vitor Bueno, que mandou para a própria meta e anotar o segundo para o Tricolor Gaúcho.

E a porteira definitivamente se abriu quatro minutos depois. Aos 16, Alisson avançou pela direita, tocou para Pepê, que já acionou Maicon, pelo centro. O camisa 8 encontrou Luciano entrando na área que, com velocidade, chutou cruzado no canto de Volpi para marcar o terceiro.

Vídeos
Últimas notícias