Goleiro Fábio publica carta anunciando paralisação dos treinos no Cruzeiro

Capitão destaca salários atrasados para jogadores e funcionários do clube. Segundo o comunicado, há pagamentos de 2020 em aberto

atualizado 13/10/2021 17:39

Goleiro Fábio, do CruzeiroGustavo Aleixo/Cruzeiro

O goleiro e capitão do Cruzeiro, Fábio, publicou uma carta em seu Instagram pessoal, nesta quarta-feira (13/10), afirmando que jogadores e outros funcionários do clube farão uma paralisação, em protesto aos salários atrasados na Raposa. De acordo com o atleta, há pendências referentes a 2020.

Conforme aponta o comunicado assinado pelos jogadores profissionais da equipe mineira, o texto foi escrito com o objetivo de assegurar os direitos dos trabalhadores que atuam no Cruzeiro. A atual conjuntura, segundo a carta, é insustentável. A publicação indica que a inadimplência nos pagamentos chega a acumular seis meses de atraso em 2021.

A nota emitida também ressalta que a paralisação dos treinos tem como meta obter uma resposta da diretoria sobre a forma com que a situação será sanada.

A carta revela ainda que alguns funcionários do clube dependem do auxílio financeiro dos jogadores do elenco profissional para sanarem seus compromissos. Os atletas signatários cobram da diretoria uma resposta efetiva com relação aos débitos em aberto. O comunicado destaca o empenho da equipe, independentemente do contexto financeiro.

Rebaixada em 2019, a Raposa passa por delicada situação econômica. Algumas compras de jogadores, feitas pelo clube em anos anteriores, são alvo de investigação por parte da Polícia Civil de Minas Gerais. Além disso, o time enfrenta na Justiça a cobrança para o pagamento de itens estabelecidos em contrato com empresários e atletas.

Com 39 pontos, o Cruzeiro é o 11º colocado da Série B. No último compromisso desta terça-feira (12/10), a equipe Celeste empatou em 0 x 0 com o Botafogo. O time mineiro volta a jogar no dia 22 de outubro, quando viaja até Santa Catarina para enfrentar o Avaí, pela 31ª rodada.

Confira a íntegra da carta:

“Carta à Nação Azul.


Nós, ATLETAS PROFISSIONAIS DO CRUZEIRO ESPORTE CLUBE, viemos, por meio desta carta, publicamente informar e esclarecer a todos e principalmente à Nação Cruzeirense, o que abaixo segue:

Confessamos que é desgastante e angustiante escrever essa carta para alcançarmos direitos, em razão das insustentáveis condições. Não iremos nos calar e, por esse motivo, estamos aqui para dar voz principalmente aos funcionários que têm sofrido com a atual situação.

Informamos que, diante dos reiterados atrasos salariais neste ano de 2021, em que chegou ao ponto insustentável de termos até seis meses de atrasos, o que demonstra a precária situação financeira a que estão expostos todos os funcionários, que atualmente estão sendo socorridos pelo auxílio/ajuda financeira dos atletas profissionais para manutenção das necessidades básicas de sobrevivência.

Salientamos que a delicada situação é praticamente impensável para um clube da grandeza e tradição do Cruzeiro Esporte Clube. Até o presente momento, atletas e funcionários do Cruzeiro Esporte Clube (Toca I e Toca II) estão com os salários atrasados.

Entre o elenco profissional e os funcionários com contrato de trabalho vigente, há também pendências financeiras referentes ao ano de 2020. Informamos que a presente carta se fez necessária pela absoluta ausência de uma efetiva resposta quanto ao pagamento dos salários atrasados.

Contudo, neste ato ressaltamos que, mesmo com todas as dificuldades financeiras impostas pela delicada situação, não faltou e nem faltará empenho para o cumprimento dos contratos de trabalho por atletas profissionais e funcionários, que jamais deixaram e/ou deixarão de honrar a tradicional camisa deste gigantesco clube.

Informamos à gestão do Cruzeiro Esporte Clube que estaremos aguardando o cumprimento das obrigações no prazo mais breve possível, sendo lamentável ver o sofrimento dos colaboradores que dedicam seus dias a manter essa centenária e vitoriosa instituição.

Faremos a paralisação dos treinamentos em voz a todos os colaboradores que amam o clube e estão desamparados.

Infelizmente, ficou intolerável e injustificável a forma como atletas e funcionários estão sendo geridos. Não aceitaremos essa negligência que tem afetado famílias que dedicam seu tempo, seu suor, seu esforço para cuidar, zelar, servir essa instituição tão amada Cruzeiro Esporte Clube.


Avante, Cruzeiro. Você é gigante.
Belo Horizonte, 13 de Outubro de 2021.”

 

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias