Flamengo desencanta no 2º tempo e vence Athletico-PR por 3 x 1

Clube contou com “reforços” e venceu o duelo com gols de Pedro, Arrascaeta e Everton Ribeiro

atualizado 04/10/2020 18:05

JORGE RODRIGUES/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Com a volta de alguns “reforços”, que estavam contaminados pela Covid-19, o Flamengo fez valer a superioridade de seu elenco e conseguiu uma tranquila vitória contra o Athlético-PR no Maracanã, na tarde deste domingo (4/10). Após um primeiro tempo sem gols, Pedro desencantou e abriu o placar. Minutos depois, de pênalti, Bruno Henrique ampliou e Everton Ribeiro deixou o dele. Renato Kayzer chegou a diminuir para o Furacão, mas não foi suficiente para uma reação e o placar foi finalizado em 3 x 1.

A vitória deixa o Flamengo, momentaneamente, entre os quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro, com 21 pontos. Do outro lado, o Furacão não consegue sair da meiuca da competição, com 14 pontos.

Na 14ª rodada, o Flamengo enfrenta o Sport, no Maracanã, às 19h15, na próxima quarta. O Athletico-PR recebe o Ceará, na Arena da Baixada, na quinta, às 19h.

O jogo

O início da partida foi embolada, com poucas oportunidades para ambas as equipes. O Athletico-PR marcou sob pressão, dificultando a saída de bola do Flamengo. Os melhores momentos da equipe carioca aconteciam quando o atacante Pedro era acionado.

Aos 22, o primeiro momento de real emoção da partida. Gabriel Noga fez carrinho em Carlos Eduardo e o árbitro marcou o pênalti. No entanto, o VAR foi acionado e o juíz voltou atrás, apitando falta perto da área, que resultou em escanteio para o Furacão.

Após o lance, o Rubro-Negro carioca parece ter reagido melhor, ajustando sua saída de bola e aumentando o número de chances criadas, principalmente pela esquerda, com Bruno Henrique e Arrascaeta.

2º tempo

Sem conseguir balançar as redes na primeira etapa, o Flamengo desencantou no 2º tempo. Primeiro aos 10 minutos, com Pedro. A bola espirrou e o atacante dominou, demonstrando categoria, para chutar a abrir o placar no Maracanã.

Dois minutos depois, o Flamengo chegou de novo. Léo Gomes tocou com a mão na bola e o pênalti foi marcado. Na cobrança, Bruno Henrique mandou com precisão no canto, sem chances para Santos chegar.

Aos 21, o Furacão diminuiu. Após cruzamente pela direita, Renato Kayzer apareceu para finalizar de cabeça e marcar o primeiro do Athletico-PR no jogo.

Ainda deu tempo de o Flamengo ampliar o placar. Aos 31, Isla cruzou para Arrascaeta. O uruguaio ajeitou para o meia finalizar no cantinho do gol de Santos.

Vídeos
Últimas notícias