Em recurso, defesa de Ronaldinho pede prisão domiciliar, diz site

Caso o pedido seja aceito, o ex-jogador e seu irmão, Assis, deverão ficar presos em algum imóvel residencial no Paraguai

atualizado 09/03/2020 13:33

A defesa do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho entrou com um recurso na justiça paraguaia. O pedido visa tirar o ex-jogador, e seu irmão Assis, da prisão onde eles estão, acusados de uso de documentos falsos. Caso seja aceito o pedido, a dupla ficará detida em um imóvel residencial no Paraguai. A informação é do portal GloboEsporte.com.

O recurso deve ser julgado em no máximo 48 horas. Ainda de acordo com o portal do Grupo Globo, o passo seguinte seria a entrada com outro recurso, que permitiria a Ronaldinho e Assis retornarem ao Brasil.

Ronaldinho e o irmão estão presos desde a última semana. Eles foram flagrados com passaportes falsos ao entrar no país, onde o ex-Barcelona participaria de eventos durante o fim de semana.

Vídeos
Últimas notícias