Em entrevista, Edmundo fala sobre inimizade e mágoa com Romário

O "Animal" participou do canal do YouTube "Inteligência Ltda." e comentou sobre a situação

atualizado 06/10/2021 12:07

Shaun Botterill /Allsport

Apesar de serem dois dos grandes expoentes do futebol nacional no início do século, Edmundo e Romário não se dão bem. Ex-companheiros no Flamengo e no Vasco, eles tiveram rusgas quando jogavam no “Gigante da Colina”, algo que não foi superado até hoje.

Quem revelou toda a situação foi Edmundo. Em entrevista ao “Inteligência LTDA.”, canal do YouTube, o “Animal” comentou sobre a relação dos dois. “Fui muito amigo dele, mas Romário é muito vaidoso e egocêntrico. Num momento lá atrás, ele foi muito legal para mim. Só que chegando lá na frente, a gente passou a ser concorrente. De tudo, de mulher, de artilharia, de título, de vaga na seleção… A gente começou a ter conflitos. Se eu chego na praia, se ele não fala comigo, eu também não falo”, relatou o ex-jogador.

Um dos principais problemas entre os dois aconteceu em 2000, após o vice-campeonato do Mundial de Clubes da FIFA em 2000. “Os dirigentes me falaram que iam contratar o Romário só para o Mundial, já que era um título que o clube queria muito ganhar. Como eu perdi o pênalti na final, fui o primeiro a entrar de férias e, quando voltei, ele continuava lá. Depois, o nome dele foi selecionado para ser o capitão, que era o meu posto. Não era isso que tinha sido combinado e me recusei a jogar”, completou Edmundo.

Na mesma entrevista, o ex-atacante do Palmeiras relevou que estaria no voo da Chapecoense para a final da Sul-Americana, que vitimou jogadores, comissão técnica, jornalistas e equipe de bordo. 

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes

Vídeos
Últimas notícias