Eduardo Bolsonaro chama Casagrande de “militante comunista” e defende Caio

O deputado carioca discordou da postura da TV Globo e demais comentaristas durante discussão entre seus dois comentaristas

atualizado 07/05/2020 16:34

Caio e Casagrande discutem no Bem AmigosReprodução

A discussão entre os comentaristas Casagrande e Caio Ribeiro, ambos da TV Globo, ainda repercute. Na última segunda-feira (04/05), eles discordaram sobre se futebol e política podem se misturar. O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) criticou a postura da emissora.

“A discussão entre Casagrande e Caio Ribeiro no Bem Amigos/SporTV prova a perseguição na Globo pra quem não milita a favor da esquerda (Casagrande é militante comunista)”, afirma o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

De acordo com Eduardo Bolsonaro, Casagrande diz respeitar todas as opiniões, mas se contradiz na sequência. “Casagrande ainda diz: ‘quando não tem a linha da coerência, dá margem para agressividade’. Ou seja, se alguém não for ‘coerente’ como ele, dá margem para que outros o agridam. É algo como: ‘eu sou o certo, quem discorda de mim deve ser atacado'”, escreveu o deputado em seu Twitter.

0
Entenda o caso

A controvérsia entre Casagrande e Caio Ribeiro ocorreu após uma declaração do ex-jogador do Santos. Caio criticou o atual diretor de futebol do São Paulo, Raí, ao sugerir a renúncia do presidente Jair Bolsonaro. Para Caio, o são-paulino não deveria misturar a crença política com o futebol.

A visão do comentarista pegou mal nas redes sociais e a Globo deu espaço para ele se explicar durante o programa Bem, Amigos! na última segunda. Caio tentou justificar sua opinião, mas foi criticado por Casagrande e demais membros da mesa redonda.

O caso, então, ganhou repercussão ainda maior.

Vídeos
Últimas notícias