Dirigente do Flamengo é condenado a pagar R$ 50 mil a Abel Braga

Braga receberá indenização por danos morais depois de ser chamado de "bêbado" e "drogado" enquanto comandava o Flamengo

atualizado 11/03/2022 16:32

MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

O atual técnico do Fluminense, Abel Braga, ganhou na Justiça, nesta sexta-feira (11/3), processo contra o então vice-presidente de Relações Externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista.

Baptista, que hoje ocupa o cargo de presidente do Conselho de Administração do clube, foi condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais ao técnico após chamá-lo de “bêbado” e “drogado” enquanto comandava o Flamengo. As declarações foram feitas em entrevista ao blog Ser Flamengo, em junho de 2020.

No processo, o dirigente do Rubro-negro alegou que “apenas usou uma expressão infeliz para demonstrar a perplexidade da diretoria do clube” e que “não teve a intenção de ofender a honra e a dignidade do autor”. Baptista também relatou que “fez imediata retratação por nota oficial”.

A juíza Marina Balester Mello de Godoy, entretanto, afirmou que “as ofensas praticadas pelo réu contra o autor ultrapassaram os meros aborrecimentos e as irritações rotineiras, porque violam direitos de personalidade do autor”.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes

Mais lidas
Vídeos
Comprar ingresso para o jogo (Cruzeiro contra Chapecoense)
Últimas notícias