De goleada, Ceará vence a primeira em São Januário e afunda o Vasco

Com gols de Pedro Henrique, Cléber, Saulo e Vina o Vozão fez 4 x 1 sobre os donos da casa

atualizado 30/11/2020 21:48

VascoDHAVID NORMANDO/ESTADAO CONTEUDO

O Ceará venceu pela primeira vez na história o Vasco em São Januário. O time goleou o adversário por 4 x 1, quebrou o seu jejum de triunfos em novembro e ainda afundou o rival na zona de rebaixamento, ao mesmo tempo que se distanciou da degola. O duelo desta segunda-feira (30/11) foi válido pela 23ª rodada do Brasileirão.

Com o resultado, o Ceará subiu para a décima posição, com 29 pontos, contra apenas 24 do Vasco, que está na zona de rebaixamento.

O jogo

Sem Cano, diagnosticado com a Covid-19, o Vasco perdeu seu principal nome ofensivo e acabou se transformando em presa fácil para o Ceará, que quebrou toda a estratégia do adversário ao abrir o placar logo aos três minutos. Vina deu passe açucarado para Pedro Naressi. O volante apareceu no meio da defesa, na cara do gol, e só teve o trabalho de empurrar às redes.

O Ceará continuou buscando o jogo e aproveitou do momento de fragilidade do Vasco para ampliar aos 25 minutos. Léo Chú avançou com liberdade, passou como quis por Léo Matos e cruzou para Cleber estufar as redes. O time carioca só foi responder aos 34, quando Andrey exigiu boa defesa de Richard, que jogou para escanteio.

Nos minutos finais, o Ceará ainda tentou pressionar o Vasco para aumentar ainda mais a vantagem. No entanto, viu o adversário, que cometeu muitos erros técnicos na etapa inicial, recuar e evitar uma derrota ainda pior.

No segundo tempo, o Vasco entrou em campo com outra postura e não demorou para começar a perder uma oportunidade atrás da outra. A pressão, no entanto, até deu resultado. Andrey achou Ribamar, que acabou derrubado dentro da área: pênalti. O próprio camisa 9 bateu para diminuir o marcador.

Mas o bom momento do Vasco não durou muito. O Ceará se reencontrou em campo e apostou no contra-ataque para fazer o terceiro. Lima roubou a bola no sistema defensivo e percorreu todo o campo antes de achar Saulo Mineiro na direita. O atacante chutou com força para superar Richard.

E não parou por aí. O Ceará continuou em cima e fez o quarto aos 44 minutos. Miranda derrubou Saulo Mineiro dentro da área, e viu Luiz Flávio de Oliveira assinar pênalti. Vina foi para a cobrança e coroou o triunfo do time alvinegro.

Na próxima rodada, o Ceará encara o Bahia no sábado (5/12), às 19h, na Fonte Nova, em Salvador. No domingo (6/12), às 16h, o Vasco visita o Grêmio na sua arena em Porto Alegre.

Vídeos
Últimas notícias