*
 

Neymar desembarcou na manhã desta quinta-feira (1°/3) no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, ao lado do médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, e do cirurgião Gérard Saillant, representante do Paris Saint-Germain. O jogador será operado no sábado (3), no hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, para corrigir uma fratura no pé direito. A previsão inicial é de que ele fique parado por até três meses. E isso deixaria o atacante no limite de disputar a Copa do Mundo.

A cirurgia, de acordo com médicos, é o melhor caminho para que Neymar não tenha uma refratura. Se isso acontecesse após o período de recuperação, o jogador do PSG teria de passar por nova intervenção e não participaria da Copa na Rússia.

“Ainda não temos o horário certo, mas será no sábado, em Belo Horizonte”, disse Lasmar em entrevista à TV Globo. “O importante agora é ele recuperar da viagem, que foi bastante cansativa. Essa questão da logística será acordada, mas ele chegará a BH na véspera da cirurgia”, complementou.

Lasmar evitou dar prognóstico específico sobre o tempo de recuperação do atleta. Mas a expectativa é de que o atleta fique fora dos gramados entre dois e três meses. “Isso depende da individualidade do jogador. Depois da cirurgia, vamos acompanhar o passo a passo”, informou o médico da seleção brasileira.

Um pino será colocado para corrigir a fratura no quinto metatarso do pé direito do jogador. Ele se machucou na vitória sobre o Olympique de Marselha, no último domingo (25/2), pelo Campeonato Francês. Os exames iniciais não apontaram a fratura. Certo é que ele não entrará em campo no duelo de volta das oitavas de final contra o Real Madrid, dia 6 de março, na França, pela Liga dos Campeões. A previsão é de que o craque brasileiro volte aos gramados apenas em maio, um mês antes da Copa do Mundo.

As contusões do atacante
Neymar já teve 13 lesões graves de 2010 para cá. Veja quais foram, quando foram e quantos dias ele precisou para se recuperar

Assim, Neymar participaria apenas das rodadas finais do Campeonato Francês. Ele também poderia estar disponível para as semifinais da Liga dos Campeões, caso o Paris Saint-Germain avance na competição. O atacante também ficará fora dos amistosos da seleção brasileira contra Alemanha e Rússia, nos dias 23 e 27 de março, respectivamente. O técnico Tite adiou a convocação, que aconteceria nesta sexta-feira, para o dia 12.

Ainda não se sabe se Neymar fará sua recuperação no Brasil ou na França, com os médicos do Paris Saint-Germain.