Cruzeiro é acionado na Fifa por dívida de Rodriguinho, que está no Bahia

O clube egípcio Pyramids cobrar que os mineiros paguem 3 milhões de dólares (R$ 16 milhões), conforme informações do site ge.globo

atualizado 04/09/2020 11:02

O Pyramids, do Egito, acionou o Cruzeiro na Fifa em decorrência de uma dívida que envolve a negociação do meio-campista Rodriguinho, que atualmente joga no Bahia. De acordo com o site ge.globo, o clube egípcio requer que os mineiros paguem 3 milhões de dólares (R$ 16 milhões). Entretanto, esse não é o valor total da dívida.

Ao todo, a transferência de Rodriguinho foi firmada em 7 milhões de dólares (R$ 40 milhões) e o Cruzeiro pagou, até o momento, 1 milhão. O valor requisitado pelo Pyramids é referente as parcelas vencidas e não pagas pelo clube mineiro. Resta ainda uma parcela a ser quitada no valor de 3 milhões de dólares, que vence em 2022.

Para piorar a situação, o Cruzeiro deu como garantia de pagamento dessa última parcela 20% dos direitos econômicos do zagueiro Murilo e dos atacantes Raniel e Vinícius Popó ao Pyramids. De acordo com a legislação da Fifa e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), essa operação é irregular. Esses jogadores já não atuam mais no clube mineiro.

Vídeos
Últimas notícias