Craque Neto diz que futebol o impediu de ser racista

O ex-jogador e apresentador disse que o esporte o "ensinou muitas coisas, que, hoje, a gente não vê"

atualizado 17/11/2020 17:10

Craque Neto, Dinei e ViolaReprodução/Instagram

O ex-jogador e apresentador Neto falou sobre o racismo em um vídeo publicado em seu canal do Youtube, Craque Neto, e revelou que o futebol o “trouxe uma coisa muito legal: não ser racista”. Ele comentou sobre o racismo no Brasil e sobre as oportunidades dos negros no país.

“Se você entrar no Shopping Cidade Jardim, quantos negros estão fazendo comprar? Se você olha dentro das lojas, quantos negros trabalham? Então, pera um pouquinho, qual a oportunidade que o mundo dá para os negros? Nós estamos aqui dentro da sala e não tem um negro, e a gente não enxerga isso, porque parece um coisa natural. E não é. Nós somos um país racista”, disse.

Neto analisou que o futebol o “ensinou muitas coisas, que, hoje, a gente não vê”. “Eu estava com o meu vizinho e um conhecido meu me chamou para ir num churrasco na casa dele. Quando chegamos, um cara perguntou se era meu segurança. ‘Só porque ele é preto? Quem falou para você que ele é meu segurança? Você está sendo racista.’ Eu quis mostrar pra ele o erro que cometeu”, contou Neto.

“As oportunidades para os negros são tão filhas da p… que, se um negro for no supermercado e roubar alguma coisa, ele não tem como reagir e já é preso. Se for um branco, é diferente. Se você for nos presídios que eu já fui para jogar bola, 95% são negros. Não é possível que só tem ladrão negro”, completou.

Vídeos
Últimas notícias