Com brilho de Rojas, São Paulo fatura 1ª vitória com Crespo

O tricolor fez um jogo muito melhor do que na estreia, quando empatou com o Botafogo de Ribeirão Preto, e goleou a Inter por 4 x 0

atualizado 03/03/2021 19:31

DENNY CESARE/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

O técnico Hernán Crespo conquistou sua primeira vitória no comando do São Paulo. No estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira, nesta quarta-feira (3/3), o time tricolor fez um jogo muito melhor do que na estreia, quando empatou com o Botafogo de Ribeirão Preto, e goleou a Inter com autoridade por 4 x 0, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. Sicredi 2021.

Gabriel Sara, Pablo, Luciano e Rojas marcaram os gols. O último, o do equatoriano, foi muito comemorado por todos. O atacante ficou por dois anos e quatro meses sem jogar por causa de uma sequência de lesões no joelho, retornando na penúltima rodada do Brasileirão, na derrota para o Botafogo. Ele também participou do lance do terceiro gol.

O São Paulo também não ficava sem ser vazado havia 12 jogos. A última vez que isso aconteceu foi em 30 de dezembro do ano passado, quando empatou sem gols com Grêmio, no Morumbi, na partida em que foi eliminado na semifinal da Copa do Brasil.

Antes de o jogo começar, Crespo pediu protagonismo aos jogadores, que eles ditassem o ritmo em campo. E o time correspondeu desde os primeiros minutos. Com uma marcação mais adiantada em relação ao empate com o Botafogo e uma maior movimentação no ataque, o São Paulo logo abriu o placar. A jogada contou com participação de quatro atletas e foi finalizada por Gabriel Sara, que aproveitou o rebote da trave em chute de Luciano após tabela entre Pablo e Igor Vinicius.

O gol cedo forneceu ao São Paulo o que não conseguiu na estreia sob o comando do argentino: tranquilidade. Quem cantava os movimentos era Crespo, na beira do gramado, sempre inquieto. O treinador aplaudia cada lance em que o time conseguia evitar o avanço da Inter de Limeira e elogiava sempre que uma boa trama ofensiva era construída.

A equipe de Limeira não conseguia criar nenhuma jogada, o que facilitava muito para o São Paulo. A partida teve até momentos de sonolência, com os são-paulinos apenas trocando passes, sem agredir. A situação ficou ainda melhor para o time de Crespo aos 41 minutos, quando Thiaguinho agarrou Luciano em um contra-ataque e recebeu o segundo amarelo, sendo expulso. O jogador da Inter havia acabado de levar o primeiro cartão três minutos antes do vermelho.

Em vantagem no placar e numérica, o São Paulo voltou para o segundo tempo com disposição para matar o jogo e não correr risco. A Inter adiantou suas peças para tentar incomodar Volpi, que foi apenas um espectador na etapa inicial, mas, após fazer o goleiro são-paulino trabalhar aparecer em uma finalização de Felipe Saraiva, levou o 2 x 0.

A jogada começou pelo lado esquerdo, com Gabriel Sara. Com mais espaço do que no primeiro tempo, quando foi bastante tímido, Reinaldo recebeu, driblou o marcador e cruzou com perfeição para Pablo. O atacante cabeceou no ângulo, sem chances para o goleiro Rafael Pin.

Com o jogo definido, Crespo fez algumas modificações para observar outros atletas. Há dois anos e quatro meses sem jogar por causa de uma sequência de lesões no joelho, Rojas foi colocado em campo e, em pouco tempo, comprovou que pode ser importante. O equatoriano fez jogada individual pelo lado direito e chutou cruzado. Luciano apareceu livre para empurrar para o gol. O assistente marcou impedimento, mas, após consulta ao VAR, o árbitro Flavio Rodrigues de Souza confirmou o terceiro gol.

Rojas ainda foi premiado nos instantes finais com um gol. Igor Vinícius entrou na área e foi derrubado por Thalisson Kelven. Apesar de o defensor tocar primeiro na bola, Flavio Rodrigues de Souza, mesmo após receber o aviso do VAR, marcou pênalti. O equatoriano bateu forte, no canto, e se emocionou na comemoração

Ficha técnica
Inter de Limeira 0 x 4 São Paulo
Inter de Limeira: Rafael Pin; Elacio Córdoba, Thalisson Kelven, Léo Silva e Bruno Xavier; Deivid, Igor Henrique (Pedro do Rio), Thiaguinho e Rondinelly (Felipe Saraiva); Lucas Batatinha e Roger (Tcharlles). Técnico: Thiago Carpini.
São Paulo: Tiago Volpi; Arboleda, Bruno Alves e Léo; Igor Vinícius, Luan (Rodrigo Nestor), Dani Alves (Hernanes), Gabriel Sara e Reinaldo (Wellington); Luciano (Galeano) e Pablo (Rojas). Técnico: Hernán Crespo.
Gols: Gabriel Sara, aos 5 minutos do primeiro tempo; Pablo, aos 17, Luciano, aos 30, e Rojas, aos 47 minutos do segundo tempo.
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza.
Cartões amarelos: Lucas Batatinha, Luan, Daniel Alves, Léo Silva, Igor Henrique, Tcharlles e Thalisson Kelven.
Cartão vermelho: Thiaguinho.
Local: Estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira.

Vídeos
Últimas notícias