Cinco motivos para não perder a estreia do Barcelona na La Liga

O primeiro jogo do clube catalão pelo Campeonato Espanhol será neste domingo (27/9), contra o Villarreal, às 16h (horário de Brasília)

atualizado 25/09/2020 18:26

Pedro Salado/Quality Sport Images/Getty Images

Finalmente, o Barcelona de Ronald Koeman e de um novo Messi, mais revoltado que nunca com a diretoria, irá estrear em competições oficiais na temporada de 2020/21. O primeiro jogo do clube catalão pelo Campeonato Espanhol será neste domingo (27/9), contra o Villarreal, às 16h (horário de Brasília), no Camp Nou.

0

Os torcedores já estão ansiosos o bastante para ver o Barça dando o primeiro passo nesta campanha, mas mesmo assim, o Metrópoles fez questão de listar cinco motivos para não perder a estreia do time na La Liga. A partida será transmitida pela ESPN Brasil.

Trabalho de Koeman

Na temporada passada, o desempenho da equipe catalã com Ernesto Valverde e Quique Setíen não agradou e, para a campanha atual, a diretoria investiu em Ronald Koeman. O holandês, que já esteve à frente da seleção da Holanda, do Ajax, Benfica, Everton e outros clubes, tem um grande desafio pela frente.

Um dos maiores clubes do mundo passou 2019/20 sem erguer uma taça de uma competição oficial. Koeman será observado de perto e já começa com uma pressão enorme em suas costas. A estreia será diante de um grande adversário, que ano passado terminou o campeonato nacional em 5º colocado e está na fase de grupos da Liga Europa 2020/21.

Estilo de jogo diferente

A análise do Marca, jornal espanhol, notou que Koeman já chegou implementando o seu estilo de jogo, adotando a formação 4-2-3-1. O holandês gosta que as jogadas ofensivas saiam pela laterais e, por isso, o desempenho dos pontas é fundamental. Messi, Dembélé e Trincão, além de Pedri e Ansu Fati, são as principais peças para cumprir essa função.

Chance para os garotos

Koeman é lembrado por aproveitar e desenvolver as promessas dos times por onde passou. Ronald Araújo, Jean-Clair Todibo, Juan Miranda Puig, Aleña, Álex Collado, Ilaix Moriba, Ansu Fati, Trincão, Pedri, e Konrad de la Fuente provavelmente terão oportunidades com o holandês.

Nos três amistosos disputados antes do jogo deste domingo, o treinador testou a maioria deles. Podemos esperar caras novas no Barça e, quem sabe, um nome que se torne a grande revelação da temporada.

Em matéria do Marca, Aleña, Puig, Pedri e Trincão foram destacados como as “fundamentais para o início do novo Barça”. Vale então dar uma atenção especial aos quatro.

Um Messi mudado?

Ao fim da temporada 2019/20, o argentino ídolo do Barcelona pediu para sair do clube e, para explicar de forma resumida, acabou aceitando continuar por mais um ano, mas o clima entre Messi e a instituição não é nada bom.

Quando informou que seguiria no time, o camisa 10 disparou diversas críticas à diretoria e, principalmente, ao presidente Josep Maria Bartomeu, e voltou a expressar sua indignação com ele após a saída de Luis Suárez. A expectativa para a temporada é ver como será o rendimento de Messi dentro de campo.

É inegável a paixão dele pelo clube e a gratidão que tem pelos torcedores. Evidentemente, depois de tanto tempo insatisfeito com a diretoria catalã, o argentino veste a camisa do Barcelona por amor. Porém, será interessante observar as ações e reações de Lionel nesta nova parte de sua caminhada na equipe.

Sem papas na língua, sem muita motivação, mas, ao mesmo tempo, com vontade de dar alegrias aos barcelonistas, o Messi de 2020/21 certamente será diferente. Seja para melhor ou pior, se é que existe uma versão dele que se aproxime de algo ruim.

Além disso tudo, o craque deve ser escalado para jogar de uma forma que já jogou no passado, quando Pep Guardiola comandava o Barça. De acordo com o portal espanhol El País, com a ausência de Suárez, Ronald Koeman pode aproveitar Messi como um falso nove.

Suárez fora. Quem substitui?

A saída de Luis Suárez do Barcelona foi confirmada na quarta-feira (23/9) e o uruguaio é o novo jogador do Atlético de Madrid. O substituto imediato para a vaga deixada pelo ex-camisa 9 é Antoine Griezmann. O francês foi escalado por Koeman como titular nos três amistosos disputados pela equipe.

Em dois desses jogos, Griezmann saiu para a entrada do dinamarquês Braithwaite e, no terceiro, deu lugar ao jovem português Francisco Trincão. Portanto, eles se mostraram como as principais opções do holandês para a posição.

Além deles, há o rumor de que o Barça esteja interessado na contratação de Memphis Depay, do Lyon, para ser uma peça extra que possa cumprir a função de centroavante.

Vídeos
Últimas notícias