Chegaram e causaram: relembre estreias incríveis de craques do futebol

Luis Suárez chegou com tudo no Atlético de Madrid. Veja outros jogadores que estrearam com o pé direito (ou esquerdo)

atualizado 29/09/2020 1:27

Suárez estreia no Atlético de MadridGetty images

O uruguaio Luis Suárez teve que deixar o Barcelona após a chegada do técnico Ronald Koeman. Mas o uruguaio mostrou seu valor e já chegou com a bola toda no Atlético de Madrid: mesmo com poucos minutos em campo, Luisito deu uma assistência e fez dois gols.

Veja como outros jogadores iniciaram suas carreiras vitoriosas antes de se tornarem grandes craques do futebol.

De gênio para gênio

Em 2004, um argentino entraria para a história do Barcelona. Depois de se destacar nas categorias de base do clube, um tal Lionel Messi ganharia a primeira oportunidade no time de cima do Barça.

O treinador era o holandês Frank Rijkkard. Mas quem brilhava era Ronaldinho Gaúcho. O argentino entrou no segundo tempo e depois de receber um passe magistral do brasileiro, marcou um golaço de cobertura. Ali começava a a carreira de um dos maiores jogadores de futebol da atualidade.

Anos depois, Messi herdaria a camisa 10 de Ronaldinho e comandaria o Barcelona que fez história no futebol mundial.

O jovem português

Diferentemente de Messi, Cristiano Ronaldo não marcou em sua estreia como profissional.

Contratado junto ao Sporting, Ronaldo chegou ao Manchester United em 2003. O português foi anunciado junto ao brasileiro Kleberson, que conquistou a Copa do Mundo de 2002. O volante da seleção chegava com mais pompa que o jovem atacante.

A estreia nos Diabos Vermelhos ocorreu contra o Bolton. Cristiano fez um grande jogo, não balançou as redes, mas impressionou o mundo. Na primeira temporada com a camisa do United, o português marcou seis vezes. Ao todo foram 118 gols no time inglês. Ronaldo conquistou seu primeiro título de Liga dos Campeões com o time de Old Trafford.

O astro iniciou sua trajetória no Real Madrid em 2009, na contratação mais cara da história do futebol. E balançou as redes. O craque entrou em campo contra o Deportivo La Coruña, marcando o segundo gol na vitória por 3 x 2. Foram 33 gols em 35 jogos na temporada inicial pelo time merengue.

No Real Madrid, o português conquistou quatro Liga dos Campeões e se eternizou como um dos maiores atacantes da história. Foram incríveis 450 gols com a camisa do Real.

Na estreia na Juventus, em 2018, o avante viveu um pequeno jejum de gols. Mas o Sassuolo pagou o pato na quarta rodada, sofrendo dois gols do português, que levantaria o título de campeão italiano em sua primeira temporada pela Juve.

O menino Ney

Neymar chegou ao Barcelona em 2014. Contratado ao Santos, o brasileiro estreou na goleada de 7 x 0 diante do Levante, pelo Campeonato Espanhol. Mas na estreia, o atacante não marcou. Porém, no jogo seguinte contra o rival Atlético de Madrid, não teve jeito.

Gol do brasileiro no empate contra o Atlético e início da parceria vitoriosa com Messi. Logo após com a chegada de Luis Suárez era formado o MSN, um dos trios mais letais do Barcelona e do futebol.

No PSG, Neymar estreou contra o Guingamp em agosto de 2017, em jogo fora de casa do Campeonato Francês. E o brasileiro já chegou marcando um gol e dando uma assistência na vitória por 3 x 0.

Vídeos
Últimas notícias