Brasiliense derrota o Costa Rica com gol de Aldo

o Jacaré fez o placar mínimo com gol de Aldo, e chegou aos 19 pontos, dividindo a ponta da chave com o Anápolis

atualizado 05/06/2022 19:01

Jogadores do Brasiliense comemoram o gol de AldoLuã Tomasson/Brasiliense FC

Consolidando a liderança do Grupo A5 da Série D, o Brasiliense Futebol Clube venceu o Costa Rica-MS na tarde deste domingo (5/6). Jogando fora de casa, no Estádio Laertão, o Jacaré fez o placar mínimo com gol de Aldo, e chegou aos 19 pontos, dividindo a ponta da chave com o Anápolis, mas levando vantagem no saldo de gols.

A equipe agora volta a jogar em casa na próxima rodada, contra o Grêmio Anápolis. O jogo será no sábado (11/6), às 15h30, no Estádio Defelê.

Primeiro tempo

O jogo tinha um ritmo acelerado nos primeiros minutos, mas nenhuma das equipes conseguia construir uma jogada que realmente levasse perigo ao gol. O Brasiliense foi quem estava mais perto de finalizar, e chegou aos 11 minutos. Após um bate rebate na área, Keynan ficou com a sobra e emendou de fora, mas a bola saiu por cima da meta.

As poucas chances do jogo eram todas da equipe amarela, que trabalhava suas jogadas pelos lados do campo. Aos 15’, Zotti tocou no espaço vazio para Goduxo chegar chutando por cima. Dois minutos depois, Goduxo apareceu de novo finalizando de fora, mas a bola foi desviando na defesa e chegou sem velocidade ao gol, facilitando a vida do goleiro Rodolfo, que fez a defesa encaixando a bola.

Concentrado nas disputas de bola no meio-campo, o jogo era resumido em o Jacaré buscar o ataque e esbarrar na marcação do Costa Rica, que se fechava e não deixava a equipe amarela concluir o último passe. O time da casa jogou focado na defesa e só foi finalizar no primeiro tempo aos 41 minutos, no chute de fora de Bruninho que saiu rasteiro pelo lado direito sem levar perigo ao gol de Edmar Sucuri.

Jogo mais aberto

A segunda etapa foi mais franca, com um futebol melhor apresentado por ambas as partes, mas ainda com uma ligeira superioridade do Jacaré. Aos seis minutos, Zotti ajeitou a bola para uma cobrança de falta e colocou no ângulo. Rodolfo fez bem a ponte para evitar o gol.

Aos 11’, o Costa Rica chegou em uma ótima jogada trabalhada. Com troca de passes rápidos até a bola chegar em Rafael Cruz na entrada da área, que soltou o pé e Edmar Sucuri deu rebote. A bola sobrou para Bruninho finalizar para fora.

Com Zotti na bola parada, o Brasiliense dava trabalho a Rodolfo. Com 14 minutos, o meia cobrou outra falta frontal e o arqueiro do Costa Rica, posicionado no meio do gol, fez a defesa com certa dificuldade. Na reposição, a bola chegou até Bruninho na ponta direita, que invadiu a área driblando e bateu cruzado pela linha de fundo

O Jacaré tomou conta novamente do jogo, só que os chutes não acertavam o alvo. Aos 16’, Tobinha carregou pelo meio e soltou o pé por cima. Aos 24’, novamente ele, arriscou o chute cruzado pelo lado esquerdo, mas isolou a bola. Dez minutos depois foi a vez de Romarinho experimentar da intermediária e mandar a bola longe do gol.

Aldo decide

A superioridade amarela furou a barreira do Costa Rica aos 35 minutos. Tobinha escapou da marcação na ponta direita e rolou na medida para Aldo chegar finalizando de primeira. Rodolfo ainda tocou na bola, mas não evitou o gol do Jacaré.

Na última boa jogada do jogo, o Brasiliense quase chegou ao segundo. Goduxo recebeu dentro da área e bateu firme no cantinho, mas Rodolfo caiu e segurou o placar que deu a vitória ao Jacaré, que se mantém líder da chave.

COSTA RICA 0 X 1 BRASILIENSE

Série D – fase de grupos – oitava rodada

05/06/2022, 16h30 – Estádio Laertão, Costa Rica-MS

Árbitro: Paulo Belence Alves dos Prazeres-PE

A1: Marcelo Grand-MS

A2: Elite Maria da Silva-MS

4º árbitro: Marcos Mateus Pereira-MS

COSTA RICA

Rodolfo; Jean, Diogo Bispo, Rafael e Ian Prado; Douglas Alemão (Valtinho), João Victor e Igor; Rafael Cruz (Jorginho), Ikson, Bruninho

Técnico: Edson Júnior

Cartões amarelos: Igor

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Andrezinho (Jonathan Bocão), Keynan, Badhuga e Goduxo; Radamés, Aldo e Zotti (Cabralzinho); Luquinhas (Tobinha), Daniel Alagoano (Romarinho) e Hernane Brocador (Matheus Barboza)

Técnico: Gabriel Teixeira

Gols: Aldo (35’ 1T)

Cartões amarelos: Andrezinho, Zotti

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias