Botafogo supera o Nova Iguaçu e encara o Vasco na final da Taça Rio

Uma vitória da persistência e necessária para tirar a vantagem do adversário que jogava pelo empate

atualizado 09/05/2021 20:34

Pedro Castro BotafogoALEXANDRE NETO/ESTADAO CONTEUDO

Com um golaço de Pedro Castro, aos 26 minutos do segundo tempo, o Botafogo venceu o Nova Iguaçu por 1 x 0, neste domingo (9/5), no Engenhão, no Rio de Janeiro, e garantiu sua presença na decisão da Taça Rio, diante do Vasco, que eliminou o Madureira.

Uma vitória da persistência e necessária para tirar a vantagem do adversário que jogava pelo empate, por ter melhor campanha, e após o empate sem gols no primeiro jogo. Novato na elite carioca, o Nova Iguaçu comemorou a boa campanha e a garantia de uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

Mesmo com dificuldades para a criação de jogadas, para o último passe e para a finalização, o Botafogo sempre tentou ir ao ataque. Mas em todo primeiro tempo só teve uma chance real aos 15 minutos, quando Marco Antônio fez um passe perfeito e Pedro Castro, na grande área, soltou a bomba, porém, a bola explodiu no travessão.

O Nova Iguaçu voltou para o segundo tempo para segurar o resultado que lhe garantia vaga na decisão. Levou um susto aos 18 minutos quando Marco Antônio virou o jogo para o lado direito e Ronald, sozinho, chutou em cima do goleiro Luis Henrique, que espalmou para escanteio.

Aos 26 minutos saiu o esperado gol. A bola foi lançada no lado esquerdo, Pedro Castro ajeitou, ameaçou cruzar, porém levantou a cabeça e chutou por cobertura no ângulo. Surpreendeu o goleiro Luis Henrique, que saltou sem conseguir evitar o gol.

A expectativa era para que o Nova Iguaçu saísse da defesa em busca do empate. Por isso mesmo, o Botafogo recuou e reforçou a marcação, passando a fazer muitas faltas. Marcinho exagerou e foi expulso aos 36 minutos, ao cometer sua segunda falta seguida Dez minutos antes ele tinha entrado em campo para substituir Matheus Nascimento.

Até o final, o Botafogo se defendeu bem, bloqueando bem o meio-campo e impedindo as finalizações em cima do goleiro Douglas Borges, que não precisou fazer nenhuma grande defesa. Só recebeu o cartão amarelo por retardar o jogo.

Vídeos
Últimas notícias