Bolsonaro defende volta do futebol no Brasil: “Claro que quero”

Durante conversa informal com jornalistas em Brasília, o presidente afirmou que tem conversado sobre o planejamento para o retorno

atualizado 27/04/2020 19:22

Bolsonaro assiste jogo no estádioMyke Sena/Especial para o Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defendeu nesta segunda (27/04) o retorno do futebol brasileiro. A paralisação devido à pandemia do novo coronavírus tem causado estragos financeiros aos clubes nacionais e ele deixa claro que trabalha nos bastidores para fechar uma data para a volta.

A afirmação do presidente ocorreu durante conversa informal com a imprensa. “Vocês sabem a minha opinião sobre a volta do futebol. É claro que quero que volte. O Flamengo e o Palmeiras têm uma folha de pagamento de R$ 15 milhões por mês. Há ainda os times da Segunda Divisão”, disse Bolsonaro. Ele lembrou ainda dos cuidados a serem tomados para que o retorno seja possível.

Também nesta segunda, o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos da Costa, também falou sobre a retomada do futebol. Ele afirmou que o Governo estuda o melhor “timing”.

De acordo com Carlos Costa, a retomada dos campeonatos seria com portões fechados, seguindo protocolos de saúde. Vale lembrar que os clubes das Séries A e B do Brasileirão estão de férias coletivas até 30 de abril. Teoricamente, então, todos retomariam as atividades na próxima sexta (01/05).

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias