Arrascaeta e Rafinha treinam e há chance de enfrentarem o Grêmio

A avaliação é de que, em um jogo "normal", os dois ficariam de fora, mas como é uma partida importante, se torna possível o "sacrifício"

atualizado 21/10/2019 16:08

Alexandre Vidal/Flamengo

Embora o técnico Jorge Jesus tenha dito durante entrevista coletiva após a vitória no clássico contra o Fluminense que Rafinha e Arrascaeta tinham pouco tempo para se recuperarem e ficarem aptos a enfrentar o Grêmio nesta quarta-feira (23/10/2019), no Maracanã, pelo jogo de volta da semifinal da Copa Libertadores, os dois atletas participaram do treino desta segunda (21/10/2019), no Ninho do Urubu.

Ambos seguem tratamento intensivo e poderão ser relacionados pelo treinador português para a partida que define o finalista brasileiro na competição sul-americana. A avaliação é a de que, em um jogo “normal”, os dois ficariam de fora, mas como se trata de uma partida de extrema importância para o time, se torna possível que os atletas atuem no “sacrifício”.

Arrascaeta foi submetido, no dia 4 deste mês, a uma artroscopia no joelho esquerdo para corrigir um problema no menisco e no ligamento colateral medial, lesões sofridas no primeiro jogo com o Grêmio, no confronto de ida da semifinal da Libertadores, em Porto Alegre.

Rafinha sofreu uma fratura no aro zigomático, o “osso da bochecha”, após uma cabeçada de Rony no jogo contra o Athletico-PR, em Curitiba, no dia 12 de outubro, em duelo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, e também passou por cirurgia.

O segundo jogo entre Flamengo e Grêmio será disputado nesta quarta-feira (23/10/2o19) às 21h30. Um novo empate por 1 x 1 leva a decisão para os pênaltis. Uma igualdade sem gols dá a vaga para os cariocas, enquanto qualquer outro empate classifica os gaúchos. Quem se classificar vai enfrentar o vencedor do duelo argentino entre Boca Juniors e River Plate, marcado para esta terça-feira (22/10/2019. No primeiro confronto, o River ganhou por 2 x 0.

Vídeos
Últimas notícias