Após lesão contra a Sérvia, Tite promete: “Neymar jogará a Copa”

Treinador também comentou sobre a ansiedade e "reposições de peças" que permitiram ao Brasil encaminhar vitória por 2 x 0

atualizado 24/11/2022 21:11

Hector Vivas - FIFA/FIFA via Getty Images

Doha (Catar) – Apesar da vitória sólida contra a Sérvia, por 2 x 0, na estreia da Copa do Mundo do Catar, nem tudo foram boas notícias para a Seleção Brasileira na tarde desta quinta-feira (24/11). Aos 22 minutos do segundo tempo, após choque com Milenkovic, Neymar Jr. sofreu uma entorse no joelho direito, como confirmado pelo médico do Brasil, Rodrigo Lasmar.

“O Neymar teve um entorse no tornozelo direito, o lance visto na TV fica bem claro, foi um trauma direto, em que o joelho do jogador da Sérvia fez um movimento ocasionando a entorse. Apresentou inchaço, iniciamos tratamento imediatamente no banco. Ele seguiu em tratamento na fisioterapia e agora é aguardar 24h, 48 para ter uma ideia mais clara”, explicou Lasmar, que acrescentou que ainda não existe previsão de exame de imagem, o que só acontecerá caso haja necessidade.

O técnico da Seleção Brasileira, no entanto, foi menos cauteloso. Tite prometeu, durante a coletiva de imprensa, que Neymar jogará a Copa.  “Ele permaneceu, nos dois gols que fizemos, sentindo o tornozelo, porque a equipe precisava dele. Os dois lances, um que participou de forma decisiva, teve a capacidade de superação dele de dor esteve presente nos dois gols”, disse o treinador.

O treinador também falou sobre a importância da vitória, citando as diferentes dinâmicas dentro da mesma partida. “Primeiro, às vezes a bola fugia, o domínio estava um pouco acelerado, no primeiro tempo. Não era o nosso padrão normal. No segundo tempo, reposicionamento, melhor a técnica. Reposicionamento principalmente do Paquetá na saída de dois, três, de ter mais um jogador no bolsão. As jogadas começaram a fluir mais. Antes de fazermos o gol já tinha a bola na trave do Alex Sandro, era um volume muito grande”, elogiando a maturidade e confiança no trabalho sendo feito até aqui.

Sérvia

Em sua coletiva, o técnico Dragon Stojkovic apontou a má condição física de seus principais jogadores, entre eles, Vlahovic, Kostic e Mitrovic, como um dos fatores que impediram a Sérvia de tentar competir em condições mais iguais com a Seleção Brasileira.

“Nós não somos o Brasil. Eles têm 200 milhões de pessoas. Nós somos um país pequeno. É difícil para nós”, afirmou, apontando que considera os comandados de Tite como um dos favoritos para vencer o Mundial.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias