Após 32 meses em coma, jogador do Ajax tem contrato rescindido

Abdelhak Nouri, de 22 anos, sofreu danos cerebrais permanentes após uma arritmia cardíaca em campo durante amistoso do time

atualizado 31/03/2020 13:46

Abdelhak Nouri, jogador do Ajax que passou 32 meses em coma, terá o contrato com o time holandês rescindido. A informação é do site holandês De Telegraaf. Segundo o portal, o vínculo do jogador, que não poderá mais jogar futebol, é válido até julho, mas será rescindido antes de um dispositivo de renovação automática ser colocado em prática.

O novo vínculo seria válido por mais 12 meses. Agora, a família de Appie, como é conhecido o atleta, travará uma batalha contra o clube na Justiça. O Ajax estaria preparando uma oferta de 4,5 milhões de libras por entender que não deu os cuidados adequados ao jogador. A família, porém, busca um montante maior.

Recentemente, o irmão de Appie, Abderrahim, deu detalhes sobre o atual estado do jogador. Segundo o familiar, ele está acamado, mas tem algumas ações, como espirrar e até sorrir.

“Ele demonstra emoções. Em alguns momentos ele está bastante emotivo e isso nos faz bem”, conta Abderrahim.

O irmão do jogador contou ainda que a família tem buscado colocá-lo o mais próximo possível da convivência dos parentes. Ele, por exemplo assiste a partidas de futebol com os irmãos.

 

Vídeos
Últimas notícias