A forma como a Chapecoense sobe para a Série A demonstra a força do clube

A vitória sobre o Figueirense levou a Chape a 66 pontos, um a menos que o líder, América-MG, que também garantiu o acesso nesta terça (12/1)

atualizado 13/01/2021 13:27

ChapecoenseMárcio Cunha / ACF

A queda para a Série B em 2019 foi um golpe na Chapecoense, que vinha de uma sequência de seis anos consecutivos na primeira divisão. Chegou a ser oitavo colocado em 2017, melhor resultado da história do clube. Em 2019, porém, foi 19º e acabou rebaixada. A estadia na segundona durou pouco. Na temporada seguinte, o clube do oeste catarinense garantiu o acesso de volta à primeira divisão do Brasileirão com quatro rodadas de antecedência, depois de uma vitória sobre o rival Figueirense por 2 x 1 na Arena Condá, pela 34ª rodada da Série B.

A vitória sobre o Figueirense levou a Chape a 66 pontos, um a menos que o líder, América-MG, que também garantiu o acesso nesta terça-feira (12/1). O primeiro clube fora da zona do acesso, o Juventude, quinto colocado, tem 52 pontos, 14 pontos a menos com apenas 12 em disputa. O Verdão do Oeste agora briga pelo título com o América nas rodadas finais.

Leia a matéria completa no Trivela, parceiro do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias